Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/606
Title: Análise da mortalidade por tétano neonatal no Brasil (1979-1987)
Other Titles: Analysis of neonatal tetanus mortality in Brazil (1979-1987)
Authors: Schramm, Joyce Mendes de Andrade
Sanches, Odécio
Szwarcwald, Celia Landmann
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Instituto de Saúde. Secretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Informação Científica e Tecnológica. Departamento de Informações para a Saúde, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho relata a situação da mortalidade por tétano neonatal no Brasil (1979-1987), baseado na análise de registros de óbito. A distribuição das causas de óbito no tempo e no espaço foi usada como um indicador da mortalidade neonatal proporcional por tétano. A subnotificação permanece um importante problema, principalmente nas regiões norte e nordeste do Brasil. Na maioria dos municípios, apenas um óbito foi notificado no período, chamando atenção para a importância de se levar em consideração a abordagem teórica de "evento sentinela" no controle desta enfermidade. Verificou-se redução do indicador de mortalidade proporcional por tétano neonatal nos Estados de Rondônia, Pará, Sergipe, São Paulo, Paraná, and Rio Grande do Sul. Não foi possível detectar associação entre cobertura vacinal com duas doses de toxóide tetânico e mortalidade proporcional por tétano neonatal. A diminuição do número de partos domiciliares durante o período de estudo parece ter exercido influência importante na redução das mortes neonatais atribuíveis a esta causa.
Abstract: This study reports mortality from neonatal tetanus in Brazil (1979-1987), based on an analysis of death certificates. The distribution of causes of death in time and space was used as an indicator of proportional neonatal mortality from tetanus. Underreporting remains a serious problem, particularly in northern and northeastern Brazil. In most municipalities, only one death was notified during the period under consideration, thus highlighting the importance of considering the theoretical approach of “sentinel events” in the control of this disease. A proportional decrease in mortality from neonatal tetanus was observed in the states of Rondônia, Pará, Sergipe, São Paulo, Paraná, and Rio Grande do Sul. It was not possible to detect an association between immunization coverage with two doses of tetanus toxoid and neonatal tetanus mortality. The reduction in the number of deliveries taking place in the home during the period studied appears to have played an important role in the reduction of neonatal deaths attributable to this cause.
Keywords: Mortalidade Neonatal
Tétano
Saúde da Criança
Mortalidade
Epidemiologia
Keywords: Neonatal Mortality
Tetanus
Child Health
Mortality
Epidemiology
DeCS: Tétano
Mortalidade Infantil
Atestados de Óbito
Issue Date: 1996
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública/ Fundação Oswaldo Cruz
Citation: SCHRAMM, Joyce Mendes de Andrade; SANCHES, Odécio; SZWARCWALD, Célia Landman. Análise da mortalidade por tétano neonatal no Brasil (1979-1987). Cadernos de Saúde Pública, v. 12, n. 2, p. 217-224, abr./jun. 1996.
ISSN: 0102-311X
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos
ICICT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LANDMANN_Analise Mortalidade Tetano_1996.pdf48.48 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.