Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6183
Title: Investigação de áreas de risco como metodologia complementar ao controle da leishmaniose visceral canina / Investigation of risk areas as complemental methodology for the control of canine visceral leishmaniasis
Authors: Julião, Fred da Silva
Souza, Bárbara Maria Paraná da Silva
Freitas, Daniela S.
Oliveira, Lídia S.
Larangeira, Daniela Farias
Lima, Artur Gomes Dias
Souza, Verena Maria Mendes de
Melo, Stella Maria Barrouin
Moreira Júnior, Edson Duarte
Paule, Bruno J. A.
Franke, Carlos Roberto
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Escola de Medicina Veterinária. Salvador, BA, Brasil
Abstract: Foram investigadas áreas de risco de leishmaniose visceral canina no município de Camaçari, Bahia. Um total de 278 cães distribuídos em 141 residências, pertencentes a 20 áreas de risco investigadas, foi examinado sorologicamente (ELISA). A soroprevalência geral foi 21,7 por cento (56/258) depois da exclusão dos 20 cães usados no início do estudo para delimitar a área. Os resultados respectivos das análises univariada e multivariada dos fatores relacionados à infecção do cão por Leishmania chagasi, a captura e distribuição do vetor na área e a metodologia usada para localizar os focos caninos são discutidos.
Abstract: Risk areas of canine visceral leishmaniasis in the city of Camaçari, Bahia, Brazil, were investigated. A total of 278 dogs from 141 homes pertaining to 20 investigated risk areas was serologically screened (ELISA). The general seroprevalence was 21.7% (56/258) after exclusion of 20 dogs used at the beginning of the survey to limit the study area. The respective results of the univariated and multivariated analysis of factors related to infection of dogs by Leishmania chagasi, to vector distribution pattern in the area and to the methodology used to localize the canine focuses are discussed.
Keywords: Visceral leishmaniasis
Leishmania infantum
Lutzomyia longipalpis
Control
Dogs
Epidemiology
Brazil
DeCS: Leishmaniose Visceral/diagnóstico
Leishmaniose Visceral/epidemiologia
Leishmaniose Visceral/veterinária
Estudos Soroepidemiológicos
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/métodos
Zona de Risco/análise
Zona de Risco/prevenção & controle
Cães
Issue Date: 2007
Citation: JULIÃO, F. S. et al. Investigação de áreas de risco como metodologia complementar ao controle da leishmaniose visceral canina / Investigation of risk areas as complemental methodology for the control of canine visceral leishmaniasis. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 27, n. 8, p. 319-324, ago. 2007.
ISSN: 0100-736X
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliao, Fred S Investigacao....pdf440.88 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.