Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6341
Title: Fatores associados ao uso de suplementos em recém-natos em alojamento conjunto no município do Rio de Janeiro, 2009
Factors associated with the use of supplements among newborns in communal wards in Rio de Janeiro, 2009
Authors: Lopes, Fernanda de Oliveira
Oliveira, Maria Inês Couto de
Brito, Alexandre dos Santos
Fonseca, Vania Matos
Affilliation: Universidade Federal Fluminense. Centro de Ciências Médicas. Hospital Antonio Pedro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Universidade Federal Fluminense. Instituto de Saúde da Comunidade. Departamento de Epidemiologia e Bioestatística. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Estudos em Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Unidade de Pesquisa Clínica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: O Hospital Amigo da Criança preconiza só dar leite materno a recém-nascidos, a não ser que haja indicação médica”. O objetivo foi estimar a prevalência do uso de suplementos em recémnatos e analisar os fatores associados a este. Estudo transversal realizado em 2009 mediante entrevista a amostra representativa de 687 mães em alojamento conjunto em 15 hospitais do Sistema Único de Saúde no município do Rio de Janeiro. Foram obtidas razões de prevalência do uso de suplementos por regressão de Poisson com variância robusta, segundo modelo hierarquizado. A prevalência de uso de suplementos foi de 49,8%, tendo como fatores associados: realização de teste rápido anti- HIV (RP = 1,37; IC95%:1,18-1,58), parto cesáreo (RP = 1,57; IC95%:1,38-1,79), não ajuda na sala de parto para amamentar (RP = 1,60; IC95%:1,29- 1,99), afastamento do bebê de sua mãe (RP = 1,24; IC95%:1,05-1,46), uso de chupeta (RP = 1,31; IC95%:1,08-1,58), intercorrências maternas ou neonatais (RP = 1,56; IC95%:1,34-1,82), certificação como HAC (RP = 0,52; IC95%:0,44-0,61) e não recebimento de ajuda no alojamento conjunto para amamentar (RP = 0,78; IC95%:0,66-0,92). A suplementação ao leite materno vem sendo amplamente utilizada. Rotinas hospitalares devem ser revistas para que o aleitamento materno exclusivo converta-se em norma.
Abstract: The scope of this study was to estimate the prevalence of the use of supplements among newborns and analyze the factors associated with their use. A cross-sectional study was conducted in 2009 with a representative sample of 687 mothers interviewed in 15 communal wards in hospitals of the Unified Health System in the city of Rio de Janeiro. Prevalence ratios (PR) of supplement use were obtained by Poisson Regression with robust variance, using a hierarchical model. The prevalence of supplement use was 49.8%. Factors associated with supplement use were: being submitted to the rapid HIV test (PR = 1.37; CI95%:1.18-1.58); cesarean delivery (PR = 1.57; CI95%:1.38-1.79); not being helped to breastfeed in the delivery room (PR = 1.60; CI95%:1.29- 1.99); mother-child separation (PR = 1.24; CI95%:1.05-1.46); pacifier use (PR = 1.31; CI95%:1.08-1.58); maternal or neonatal interventions (PR = 1.56; CI95%:1.34-1.82); BFH certification (PR = 0.52; CI95%:0.44-0.61); and not receiving help to breastfeed in the communal ward (PR = 0.78; CI95%:0.66-0.92). Supplements to breast milk are being widely used. Hospital routines should be reviewed, so that exclusive breastfeeding becomes the norm.
Keywords: Breastfeeding
Hospital
Communal Ward
Food Supplements
Cross-sectional Studies
Unified Health System
keywords: Aleitamento Materno
Suplementação Alimentar
Sistema Único de Saúde
DeCS: Suplementos Dietéticos
Recém-Nascido
Aleitamento Materno
Issue Date: 2013
Bibliography : Toma TS, Rea MF. Benefícios da amamentação para a saúde da mulher e da criança: um ensaio sobre as evidências. Cad Saude Publica 2008; 24 (Supl. 2): S235-S246.
Popkin BM, Adair L, Akin JS, Black R, Briscoe J, Flieger W. Breast-feeding and diarrheal morbidity. Pediatrics 1990; 86(6):874-882.
Victora CG, Smith PG, Vaughan JP, Nobre LC, Lombardi IC, Teixeira AMB, Fuchs SMC, Moreira LB, Gigante LP, Barros FC. Evidence for protection by breast-feeding against infant deaths from infectious diseases in Brazil. Lancet 1987; 2(8554):319-322.
World Health Organization (WHO). The optimal duration of exclusive breastfeeding: results of a WHO systematic review. Note for the press no 7. Geneva: WHO; 2001.
Rea MF. Reflexões sobre a amamentação no Brasil: de como passamos a 10 meses de duração. Cad Saude Publica 2003; 19(1):37-45.
World Health Organization (WHO), United Nations Children’s Fund (UNICEF). The global criteria for the Baby Friendly Hospital Initiative. Geneva: WHO, UNICEF; 1992.
Fundo das Nações Unidas para Infância. Iniciativa Hospital Amigo da Criança, Lista dos Hospitais Amigos da Criança. [acessado 2012 fev 10]. Disponível em: http://www.unicef.org/brazil/pt/br_lista IHAC2010.pdf
Monte CMG, Giugliani ERJ. Recomendações para alimentação complementar da criança em aleitamento materno. J Pediatr 2004; 80(5):130-141.
Declercq E, Labbok MH, Sakata C, O’Hara MA. Hospital practices and women’s likelihood of fulfilling their intention to exclusively breastfeed. Am J Public Health 2009; 99(5):929-936.
Baptista GH, Andrade AHHKG, Giolo SR. Fatores associados à duração do aleitamento materno em crianças de famílias de baixa renda da região sul da cidade de Curitiba, Paraná, Brasil. Cad Saude Publica 2009; 25(3):596-604.
Dabritz HA, Hinton BG, Babb J. Maternal hospital experiences associated with breastfeeding at 6 months in a Northern California County. J Hum Lact 2010; 26(3):274-285.
Meirelles CAB, Oliveira MIC, Mello RR, Varela MAB, Fonseca VM. Justificativas para uso de suplemento em recém-nascidos de baixo risco de um Hospital Amigo da Criança. Cad Saude Publica 2008; 24(9):2001-2012.
Brasil. Ministério da Saúde (MS). Módulo 5: Avaliação e reavaliação externas, OMS/UNICEF. Seção 5.3 - Orientações e instrumentos de reavaliação externa. Brasília: MS; 2009.
Pinto LM, Vitolo MR, Gírio LT, Leon MRAC, Zagari MCF, Farias NMF, Luengo VCH. Aleitamento exclusivo em alojamento conjunto: avaliação da incidência e das causas do uso de fórmula. Rev Ciênc Méd PUCCAMP 1996; 5(2):63-68.
Brasil. Ministério da Saúde. Rede Integracional de Informações para a Saúde. Indicadores de cobertura. [acessado 2011 set 15]. Disponível em: http:// www.datasus.gov.br/DATASUS/index.php
Cochran WG. Sampling Techniques. In: Wiley Series. Probability and Mathematical Statistics. New York: Ed. IE-WILEY; 1977.
Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 2415, de 12 de dezembro de 1996. Dispõe sobre medidas para prevenção da contaminação pelo HIV através do aleitamento materno. Diário Oficial da União 1996; 19 dez.
Coutinho LMS, Scazufca M, Menezes PR. Métodos para estimar razão de prevalência em estudos de corte transversal. Rev Saúde Pública 2008; 42(6):992- 998.
Victora CG, Huttly SR, Fuchs SC, Olinto MTA. The role of conceptual frameworks in epidemiological analysis: a hierarchical approach: Int J Epidemiol 1997; 26:224-227.
Gagnon AJ, Leduc G, Waghorn K, Yang H, Platt RW. In-hospital formula supplementation of healthy breastfeeding newborns. J Hum Lact 2005; 21(4):397- 405.
Oliveira MIC, Silva KS, Junior SCG, Fonseca VM. Resultado do teste rápido anti-HIV após o parto: uma ameaça à amamentação ao nascimento. Rev Saude Publica 2010; 44(1):60-69.
Brasil. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Protocolo para a prevenção de transmissão vertical de HIV e sífilis: manual de bolso. Brasília: MS; 2007.
Kurinij N, Shiono PH. Early formula supplementation of breast-feeding. Pediatrics 1991; 88(4):745-750.
Tender JAF, Janakiram J, Arce E, Mason R, Jordan T, Marsh J, Kin S, He J, Moon RY. Reasons for inhospital formula supplementation of breastfed infants from low-income families. J Hum Lact 2009; 25(1):11-17.
Soares MEM, Giugliani ERJ, Braun ML, Salgado ACN, Oliveira AP, Aguiar PR. Uso de chupeta e sua relação com o desmame precoce em população de crianças nascidas em Hospital Amigo da Criança. J Pediatr 2003; 79(4):309-316.
Chaves RG, Lamounier JA, César CC. Factors associated with duration of breastfeeding. J Pediatr 2007; 83(3):241-246.
Kruser L, Denk CE, Feldman-Winter L, Rotondo FM. Comparing sociodemographic and hospital influences on breastfeeding initiation. Birth 2005; 32(2):81-85.
Citation: LOPES, Fernanda de Oliveira et al. Fatores associados ao uso de suplementos em recém-natos em alojamento conjunto no município do Rio de Janeiro, 2009. Ciênc. saúde coletiva., Rio de Janeiro, v. 18, n. 2, p. 431-439, 2013.
ISSN: 1413-8123
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fatores associados ao uso de suplementos em recém-natos.pdf111.14 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.