Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6549
Title: O estado da Saúde e a “doença” das prostitutas: uma análise das representações da prostituição nos discursos do SUS e do terceiro setor
Advisor: Sacramento, Igor
Authors: Cesar, Flávio Cruz Lenz
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Cientifica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho compara os discursos e representações sociais sobre as prostitutas no Sistema Único de Saúde (SUS) com as autorrepresentações construídas por elas no movimento social. A partir das concepçõesoriginadas no saber biomédico do século XIX, explora os novos discursos e autorrepresentações do movimento de prostitutas, inaugurado no último quinto do século XX, e as estratégias de comunicação de uma organização de meretrizes(Davida), analisando neste percurso os discursos e representações da Saúde. Procura-se demonstrar que a prostituição, enquanto afirmada por suas protagonistas como profissão, permanece confinada pelo Estadoapolíticas públicas deSaúde, associada a doença biológica, comportamental e social.
Abstract: This work compares the discourses and social representations ofprostitutes in Brazil’s Unified Health System with theself-representations constructed by sex workers within their own social movement. Beginning with concepts that emerged from biomedical knowledge in the nineteenth century, it explores the new discourses and self-representations of the prostitute movement, inaugurated in the last fifth of the twentieth century, and the communication strategies of an organization of female sex workers (Davida), analyzing the discourses and representations of Health throughout this trajectory. It demonstrates that prostitution, while affirmed by its protagonists as a profession, is still confined by the Brazilian State, especially in the Health sector, and associated with biological, behavioral and social disease.
keywords: Representação Social
DeCS: Prostituição
Comportamento Sexual
Políticas Públicas de Saúde
Comunicação em Saúde
Sistema Único de Saúde
Parcerias Público-Privadas
Issue Date: 2011
Citation: CÉSAR, Flávio Cruz Lenz.O estado da Saúde e a “doença” das prostitutas: uma análise das representações da prostituição nos discursos do SUS e do terceiro setor. 2011. 131 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Comunicação em Saúde) - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2011.
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro /RJ
Department: Pós-Graduação em Comunicação e Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Cientifica e Tecnológica em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:ICICT - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização C&S

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Flavio Lenz_monografia.pdf1.65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.