Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6590
Title: Anopheles (Nyssorhynchus) aquasalis, Curry 1932: estudo de contaminação por bacilo entomopatogênico em colônias mantidas em insetários
Advisor: Carvalho, Luzia Helena
Members of the board: Carvalho, Luzia Helena
Vivoni, Adriana Marcos
Shimabukuro, Paloma Helena Fernandes
Dias, Edelberto Santos
Authors: Rezende, Fernanda Oliveira
Coadvisor: Rabinovitch, Leon
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Abstract: Os mosquitos da espécie Anopheles (Nyssorhynchus) aquasalis, Curry 1932 são vetores da malária humana nas Américas. Desde o ano de 2004, esse vetor tem sido mantido em colônia no Laboratório de Malária do Centro de Pesquisas René Rachou (Lamal), Fiocruz-MG, onde tem sido utilizado para estudos de interação parasito-vetor. Na natureza, as larvas desses insetos desenvolvem-se em água salobra e, no insetário de criação do Lamal utiliza-se água do mar na proporção de 1:10 em água da torneira. No ano de 2008, observou-se uma queda significativa na produção de mosquitos da colônia, devido, principalmente, à mortalidade excessiva de larvas. As larvas, de 3º e 4º estádios, apresentavam características morfológicas semelhantes àquelas relacionadas com contaminação por bacilos entomopatogênicos. Como algumas bactérias do gênero Bacillussão patogênicas às larvas de mosquitos, o objetivo do presente trabalho foi identificar a (as) espécie (es) responsável (is) pela mortalidade das larvas de Anopheles aquasalis, bem como identificar as toxinas envolvidas nessa mortalidade. Através da caracterização morfológica e molecular foi possível identificar o Bacillus sphaericuscomo contaminante na colônia de criação de Anopheles aquasalis. Visando uma comparação inter-insetários, analisou-se ainda amostras de três insetários distintos, sendo a presença dos bacilos identificadas em dois desses. Pela técnica de PCR buscou-se amplificar as 5 toxinas mais frequentes das estirpes de B. sphaericus(BinA, BinB, Mtx1, Mtx2 e Mtx3 ), sendo que apenas 3 (família das MTxs) foram detectadas nas amostras estudadas. Os resultados dos ensaios biológicos confirmaram a toxidade destas toxinas para as larvas de 3º e 4º estádios. Os ensaios biológicos realizados identificaram as estirpes isoladas do Laboratório de Malária como de alta toxicidade para o Anopheles aquasalis. Em resumo, este trabalho foi o primeiro a demonstrar a ocorrência de contaminação natural por bacilos entomopatogênicos em colônias de mosquitos mantidas em insetário e a caracterizar as toxinas envolvidas nesta contaminação. Espera-se que estes resultados possam contribuir para traçar estratégias de monitoramento e controle de contaminação em insetários de experimentação.
Abstract: Mosquitoes of the species Anopheles (Nyssorhynchus) aquasalis, Curry 1932 are vectors of human malaria in the American continent. Since 2004, this vector has been kept in colony at the Malaria Laboratory in René Rachou Research Center (Lamal), Fiocruz-Minas, where it has been used for studies on vector-parasite interaction. In nature, these insects' larvae grow in brackish water and, in the creation insectarium of Lamal sea water is used in the proportion 1:10 in tap water. In 2008, a significant decrease was observed in the production of mosquitoes of the colony, mostly due to the excessive mortality of larvae. These larvae, from 3rd and 4 th stage, showed morphologic characteristics similar to those related to contamination by entomopathogenic bacillus. As somebacteria from genus Bacillusare pathogenic to mosquitoes' larvae, the purpose of the present work was to identify the species responsible for the mortality of Anopheles aquasalislarvae, as well as identify the toxins included in this mortality. Through morphologic andmolecular characterization, it was possible to identify Bacillus sphaericusas contaminant in the creation colony of Anopheles aquasalis. Seeking an inter-insectariums comparison, samplesof three distinct insectariums were still analyzed, and the presence of Bacillus sphaericuswas identified in two of them. Using the technique of PCR, an amplification of the5 most frequent in the lineage of B. sphaericus(BinA, BinB, Mtx1, Mtx2 e Mtx3) was tried, with only 3 (MTxs families) being identified in the studied samples. The results of biologic trials confirmed the toxicity of these toxins for larvae in 3rd and 4th stage. In addition, the biologic trials identified the isolated lineages of the Malaria Laboratory as of high toxicity for Anopheles aquasalis. In short, this is a pioneer work, since it was the first to show the occurrence of natural contamination by entomopathogenic bacillus in colonies of mosquitoes maintained in insectariums and to characterize the toxins involved in this contamination. It is expected that these results might contribute to trace strategies in order to monitor and control contamination in experimentation insectariums.
DeCS: Malária/transmissão
Anopheles/parasitologia
Bacillus/isolamento e purificação
Insetores Vetores/crescimento & desenvolvimento
Issue Date: 2013
Citation: REZENDE, Fernanda Oliveira. Anopheles (Nyssorhynchus) aquasalis, Curry 1932: estudo de contaminação por bacilo entomopatogênico em colônias mantidas em insetários. Belo Horizonte. 2013. 72 f. Dissertação (Mestrado em Ciências)-Ministério da Saúde. Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. 2013.
Date of defense: 2013
Place of defense: Belo Horizonte/MG
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:MG - IRR - PPGCS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação_final_Fernanda Rezende1.pdf11.51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.