Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6616
Title: Amamentação: quem ganha, quem perde
Produtor: Banco de Leite Humano
Instituto Fernandes Figueira
Abstract: Parâmetros de consumo, o bombardeio promocional desferido pelas indústrias de alimento infantis, sobre o exercício milenar do aleitamento materno, As vantagens da amamentação sobre o leite artificial são incontestáveis. as famílias brasileiras que amamentam seus filhos com o leite artificial, consomem em média por mês, 35% do seu salário, na compra de leite industrializado. O leite humano e estéreo, nutritivo, apresenta temperatura ideal, contém anticorpos que fortalecem o sistema imunológico do bebê, e o mais fantástico, não custa nada. Com a criação do código internacional de comercialização dos substitutos do leite materno, aprovado em 1981, pela Organização Mundial de Saúde e pelo Unicef, a promoção e a propaganda dos produtos e alimentos infantis industrializados foram regulamentados e vem sendo coibidas, mas a situação está longe do ideal.
DeCS: Aleitamento Materno
Leite Humano
Issue Date: 2000
Publisher: Banco de Leite Humano
Citation: AMAMENTAÇÃO: quem ganha, quem perde. Rio de Janeiro: Banco de Leite Humano, 2000. 1 DVD (30 min), color.
Duaration: 00h 30min 00s
System of original color: ntsc
Treatment of the material: ndec
Original format: DVD
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Vídeos
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
15- Amamentação- quem ganha, quem perde.mp4201.29 MBvideo/mp4View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.