Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7137
Title: A importância do teste de captura hibrida 2 no acompanhamento de pacientes tratadas por lesão intraeptelial cervical de auto grau
Advisor: Queiroz, Conceição Maria Passos de
Members of the board: Pina, Hilton
Reis, Mitermayer Galvão dos
Queiroz, Conceição Maria Passos de
Authors: Ramos, Elenice
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Abstract: O cancer do colo do útero é o segundo tipo de cancer mais frequente, nas mulheres, em nosso meio. O Papiloma Vírus Humano (HPV) é a principal causa da carcinogênese cervical. O carcinoma de células escamosas é o tipo mais comum de câncer cervical e é precedido de lesões pré-cancerosas, conhecidas como lesão intraepitelial de baixo grau (LIEBG) ou NIC 1 e lesão intraepitelial de alto grau (LIEAG) ou NIC 2 e 3. A detecção do HPV e das LIEs é feita através da colposcopia, citologia, histopatologia e biologia molecular. As LIEAG são as que podem progredir para câncer mais rapidamente, logo seu diagnóstico, tratamento e acompanhamento são de grande importância. O tratamento indicado é a Cirurgia de Alta Frequência (CAF). Objetivo: Avaliar a importância do teste de Captura Hibrida 2 (CH2), que é um método de hibridização molecular utilizado em vários centros para detectar DNA de HPV oncogênico em casos de alteração de células escamosas de significado indeterminado (ASC-US) e, mais recentemente, no acompanhamento das LIEAG tratadas. Metodologia: Foram estudados 44 prontuários de pacientes submetidas a esse tratamento em um centro de referência em Patologia Cervical, na cidade de Salvador – Bahia, que tiveram o resultado dos exames colposcópicos, citológicos, histopatológicos e CH2 pré e pós-tratamento, assim como o resultado histopatológico das peças cirúrgicas. Foi analisada a correlação dos resultados dos métodos de diagnóstico com o resultado histopatológico das peças da CAF antes e depois do procedimento, para avaliar a acurácia de cada método em detectar LIEAG e sua possível recidiva. Resultados: A sensibilidade para detectar lesão residual em pacientes cujas peças da CAF estavam com margens livres foi da CH2 52,38%, da colposcopia 33,33% e da citologia 28,57%. Conclusão a CH2 foi o método mais sensível para detectar LIEAG tanto no rastreamento como no seguimento de pacientes tratadas pela CAF, seguida pela colposcopia e citologia.
Abstract: Cancer of the cervix is the second most common type of cancer in women in our midst. The Human Papilloma Virus (HPV) is the main cause of cervical carcinogenesis. Squamous cell carcinoma is the most common type of cervical cancer and is preceded by precancerous lesions, known as low-grade squamous intraepithelial lesion (LSIL) or CIN 1 and high-grade squamous intraepithelial lesion (HSIL) or CIN 2 and 3. HPV detection and IELs is done through colposcopy, cytology, histopathology and molecular biology. The HSIL are those that can progress to cancer more quickly, so your diagnosis, treatment and follow-up are of great importance. The recommended treatment is Loop Electrosurgical excisional procedure (LEEP). Objective: To evaluate the importance of testing Hybrid Capture 2 (CH2), which is a molecular hybridization used in many centers to detect oncogenic HPV DNA in cases of change in squamous cells of undetermined significance (ASC-US) and more recently, monitoring of treated HSIL. Methodology: A total of 44 records of patients undergoing this treatment at a referral center for Cervical Pathology in the city of Salvador - Bahia, which had the result of colposcopy, cytological, histopathological and CH2 pre-and post-treatment, as well as the Histopathological examination of the surgical specimens. We analyzed the correlation of the results of diagnostic histopathology with parts of LEEP before and after the procedure to evaluate the accuracy of each method in detecting HSIL and its possible recurrence. Results: The sensitivity for detecting residual lesions in patients whose pieces CAF margins were free of CH2 was 52.38%, 33.33% of colposcopy and cytology 28.57%. Conclusion CH2 was the most sensitive method to detect HSIL in both the tracking and the monitoring of patients treated by CAF, followed by colposcopy and cytology.
Keywords: Intraepithelial lesion high-grade cervical
Loop electrosurgical excisional procedure
Diagnostic methods
Hybrid capture
keywords: Lesão intraepitelial cervical de alto grau
Cirurgia de alta frequência
Métodos diagnósticos
Captura hibrida
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal da Bahia
Citation: RAMOS, E. A importância do teste de captura hibrida 2 no acompanhamento de pacientes tratadas por lesão intraeptelial cervical de auto grau. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Humana) - Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisa Gonçalo Muniz, Salvador, 2013.
Date of defense: 2013
Place of defense: Salvador/BA
Department: Departamento de Vice Diretoria e Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Programa de Pós-Graduação em PAtologia Humana
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elenice Ramos. A importancia do teste...2013.pdf1.57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.