Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7606
Title: Métodos diagnósticos da Leishmaniose Tegumentar: fatos, falácias e perspectivas
Authors: Andrade, Bruno de Bezerril
Oliveira, Viviane Sampaio Boaventura de
Barral, Aldina Maria Prado
Barral Netto, Manoel
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil / Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil / Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil / Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil / Instituto de Investigação em Imunologia. Salvador, BA, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil / Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil / Instituto de Investigação em Imunologia. Salvador, BA, Brasil
Abstract: Pesquisas clínicas e laboratoriais recentes têm atentado para os aspectos individuais, entomológicos e epidemiológicos das diferentes manifestações clínicas da leishmaniose tegumentar. Nas áreas endêmicas, o diagnóstico ideal deve ser realizado na fase inicial da apresentação clínica, para evitar as complicações da doença cônica. A escassez de suporte financeiro, estrutura laboratorial e pessoal especializado representam obstáculos importantes para esta realidade. Investigações diagnósticas tradicionais para casos individuais incluem a pesquisa de uma história sugestiva e características clínicas, a identificação de amastigotas através da histologia ou microscopia direta e testes sorológicos. O diagnóstico através da reação de polimerase em cadeia (PCR) parece representar uma técnica inovadora, tornando possível a rápida identificação de espécies e subespécies. A proposta desta revisão é discutir algumas das mais importantes questões do diagnóstico clínico e laboratorial da leishmaniose tegumentar. A sensibilidade e especificidade dos velhos e novos testes para identificar o parasita, produtos antigênicos, a resposta imunológica do hospedeiro e o diagnóstico molecular por PCR são considerados.
Abstract: Recent clinical and laboratory research has addressed the individual, entomological, and epidemiological aspects of different clinical manifestations of tegumentary leishmaniasis. In endemic areas, diagnosis should ideally be made during the initial phase of the clinical presentation of the disease to preclude complications of chronic disease. The scarcity of financial support, laboratory installations and qualified personnel represent important obstacles to achieving this goal. Traditional diagnostic tools for individual cases include the search for suggestive clinical history and features, the identification of amastigotes by histology or direct microscopy, and serologic tests. Polymerase chain reaction (PCR) seems to represent an innovative diagnostic technique, enabling the fast identification of Leishmania species and subspecies. The purpose of this review is to discuss some of the more important issues related to the clinical and laboratory diagnosis of tegumentary leishmaniasis. The sensitivity and specificity of both old and novel tests used to identify the parasite, antigenic products, the host immune response, and the molecular diagnosis by PCR are all discussed in this paper.
Keywords: Leishmania
Diagnosis
Leishmaniasis
Montenegro test,
PCR
keywords: Leishmania
Diagnóstico,
Leishmaniose
Montenegro
PCR
Issue Date: 2005
Publisher: Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia
Citation: ANDRADE, B. B. et al. Métodos diagnósticos da Leishmaniose Tegumentar: fatos, falácias e perspectivas. Gazeta Médica da Bahia, v. 75, n. 1, p. 75-82, 2005.
ISSN: 0016-545X).
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Andrade BB Métodos diagnósticos....pdf94.69 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.