Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8044
Title: Atenção à saúde de mulheres idosas em situação de violência no município do Rio de Janeiro
Advisor: Souza, Edinilsa Ramos de
Members of the board: Gomes, Romeu
Caldas, Célia Pereira
Figueiredo, Ana Elisa Bastos
Souza, Edinilsa Ramos de
Authors: Ribeiro, Adalgisa Peixoto
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A presente pesquisa tem como objetivo analisar a atenção à saúde oferecida à mulher idosa em situação de violência, no município do Rio de Janeiro. O estudo integrou três olhares distintos ao objeto investigado: o primeiro realizou uma análise epidemiológica da morbimortalidade de mulheres idosas por acidentes e violência no município, o segundo constituiu-se de um estudo transversal exploratório que visou mapear e caracterizar os serviços da rede SUS e qualificar o atendimento oferecido às idosas vítimas de violência nessa capital e o terceiro desenvolveu um estudo qualitativo da trajetória percorrida por mulheres idosas em busca de atendimento de saúde para os agravos provocados pela violência. Os marcos conceituais e teóricos são violência contra a mulher e contra a pessoa idosa, políticas públicas de saúde e itinerário terapêutico. Dentre os resultados da pesquisa destacam-se a tendência de aumento das taxas de mortes de idosas por causas externas no município do Rio de Janeiro, demonstrando uma vulnerabilidade delas a esses eventos; mesmo sendo as quedas as principais causas que levaram as idosas aos hospitais, constatou-se que frequentemente esse evento acidental é resultado de uma violência. O tempo prolongado de internação dessas mulheres, identificado no estudo epidemiológico, reflete suas condições de saúde, mas também o abandono da família e as internações sociais evidenciadas no estudo qualitativo. A qualificação do atendimento prestado a essas vítimas de violência revelou os desafios para a atenção integral à saúde da mulher idosa em situação de violência na capital do Rio de Janeiro como: a pouca sensibilização e falta de capacitação dos profissionais para a identificação e abordagem dos casos, a frágil articulação interna e interlocução intra e intersetorial, as dificuldades na realização da notificação dos casos suspeitos ou confirmados de violência, a falta de apoio institucional para as equipes que lidam com essas questões, a inexistência de um fluxo para o atendimento às pessoas idosas vitimizadas e a falta de prioridade, direito garantido pelo Estatuto. No estudo qualitativo constatou-se que a gravidade da lesão foi determinante na trajetória das mulheres em busca de atendimento de saúde, mas o apoio familiar e, principalmente a sua falta, influenciou sobremaneira essa busca. Identificou-se ainda o atraso na procura pelo atendimento devido à dependência física e a negligência dos familiares. Os resultados da pesquisa indicam que é necessário ampliar as ações de prevenção da violência e promoção da saúde, nos três níveis da atenção, apoiar a família, incentivando a ampliação da rede social, capacitar os profissionais para uma abordagem interdisciplinar, integral e articulada intersetorialmente, propiciar atenção humanizada e visibilidade às especificidades da violência que acomete a mulher idosa e sua saúde física e emocional.
Abstract: This survey aims to analyze the health care services provided to aged women under violence conditions in the municipality of Rio de Janeiro. The study integrated three different views of the investigated object: the first of them made an epidemiological analysis of aged women’s morbimortality due to accidents and violence in the municipality; the second constituted a cross-sectional exploratory study aimed to map and characterize SUS (Unified Health System) network services and qualify the assistance given to aged women that are victims of violence in that capital city; and the third developed a qualitative study of the way followed by aged women in search of health services for injuries caused by violence. Conceptual and theoretical landmarks include violence against women and the elderly, public health care services, and therapeutic path. Among the results from the survey, a trend of an increased rate of aged women’s mortality due to external causes in the municipality of Rio de Janeiro stands out, thus evidencing their vulnerability to such events; notwithstanding falls are the main cause of aged women’s hospitalization, that accidental event was found to be very often caused by violence. The extended time of hospitalization of those women, as identified in the epidemiological study, reflects not only their health conditions, but also their abandonment by their families as well as social hospitalizations evidenced in that qualitative study. Qualification of health care services provided to those victims of violence disclosed the challenges likely to faced by full assistance to aged woman’s health in a violence environment in the municipality of Rio de Janeiro, such as: low sensibility and insufficient qualification of professionals to identity and deal with relevant cases, the weak internal articulation and intra-sectorial and intersectorial interlocution, difficult notification of suspected or confirmed cases of violence, lack of institutional support to teams dealing with such issues, lack of a flow to assist the elderly victims, and the lack of priority, which is a right granted by the Statute. The qualitative study showed that the severity of injuries was a determining factor in women’s search for health care services, but the family support and especially its absence was considered to extremely influence that search. Delays in search for health care services due to physical dependence and family negligence were also identified. Results of this survey suggest that it is necessary to expand violence prevention and health promotion actions at the three assistance levels, by supporting the family, promoting the expansion of social network, qualifying professionals for a full, articulate interdisciplinary approach at inter-sector level, and giving a humanized attention and visibility to violence specificities affecting the aged woman and her physical and emotional health.
Keywords: Health of the Elderly
Violence Against Women
Public Policies
Health Care
keywords: Saúde do idoso
Violência Contra a Mulher
Políticas Públicas
Atenção à Saúde
DeCS: Saúde do Idoso
Violência contra a Mulher
Políticas Públicas
Atenção à Saúde
Issue Date: 2011
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: RIBEIRO, Adalgisa Peixoto. Atenção à saúde de mulheres idosas em situação de violência no município do Rio de Janeiro. 2011. 161 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2011.
Date of defense: 2011-03
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adalgisa Peixoto Ribeiro.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.