Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8074
Title: Evidence of a higher prevalence of HPV infection in HTLV-1-infected women: a cross-sectional study.
Authors: Lôpo, Sônia Sampaio
Oliveira, Paula Matos
Santana, Iuri Usêda
Pena, Geisa Barbosa
Toralles, Maria Betânia Pereira
Mascarenhas, Rita Elizabeth Moreira
Castro Filho, Bernardo Galvão
Grassi, Maria Fernanda Rios
Affilliation: Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil / Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil / Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvadr, BA, Brasil
Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil
Faculdade de Medicina da Bahia. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Laboratório Avançado de Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Laboratório Avançado de Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Laboratório Avançado de Saúde Pública. Salvador, BA, Brasil
Abstract: Introdução: A infecção pelo HTLV-1 aumenta a susceptibilidade para outras infecções. Poucos estudos avaliaram a co-infecção entre HPV/HTLV-1 e a resposta imune envolvida nesta interação. O objetivo deste trabalho é determinar a prevalência de infecção cervical pelo HPV em mulheres infectadas pelo HTLV-1 e estabelecer os fatores de risco envolvidos nesta co-infecção. Métodos: Um estudo de corte transversal foi conduzido em Salvador, Brasil, entre setembro de 2005 e dezembro de 2008, envolvendo 50 mulheres infectadas pelo HTLV-1, acompanhadas no Centro de Referência de HTLV e 40 mulheres não infectadas, acompanhadas no Serviço de Ginecologia, ambos na Escola Bahiana de Medicina. A infecção pelo HPV foi confirmada pela Captura Híbrida. A carga proviral do HTLV-1 foi quantificada pelo PCR em tempo real. Resultados: A média de idade das mulheres infectadas pelo HTLV-1 (38±10 anos) foi semelhante ao do grupo controle (36±13 anos). A prevalência de infecção pelo HPV foi 44% nas mulheres infectadas pelo HTLV-1 e de 22,5% no grupo controle (p=0,03). Mulheres infectadas pelo HTLV-1 informaram menor idade de início de vida sexual (17±3 anos versus 19±3 anos; p=0,03) e maior número de parceiros sexuais, em relação ao grupo controle (4±3 versus 2±1; p<0,01). No grupo de mulheres infectadas pelo HTLV-1, não se observou diferença entre a carga proviral do HTLV-1 entre as mulheres infectadas pelo HPV e as não infectadas. Conclusões: A prevalência de infecção pelo HPV foi maior em mulheres infectadas pelo HTLV-1. Novos estudos devem ser realizados para avaliar a progressão desta co-infecção.
Abstract: INTRODUCTION: HTLV-1 infection increases susceptibility to other infections. Few studies have addressed the co-infection between HPV and HTLV-1 and the immune response involved in this interaction. The aim of this study was to determine the prevalence of cervical HPV infection in HTLV-1-infected women and to establish the risk factors involved in this co-infection. METHODS: A cross-sectional study was carried out in Salvador, Brazil, between September 2005 and December 2008, involving 50 HTLV-1-infected women from the HTLV Reference Center and 40 uninfected patients from gynecological clinic, both at the Bahiana School of Medicine. HPV infection was assessed using hybrid capture. HTLV-1 proviral load was quantified using real-time polymerase chain reaction (PCR). RESULTS: The mean age of HTLV-1-infected women (38 ± 10 years) was similar to that of the control group (36 ± 13 years). The prevalence of HPV infection was 44% in the HTLV-1-infected group and 22.5% in uninfected women (p = 0.03). HTLV-1-infected women had lower mean age at onset of sexual life (17 ± 3 years versus 19 ± 3 years; p = 0.03) and greater number of lifetime partners compared with the control group (4 ± 3 versus 2 ± 1; p < 0.01). In the group of HTLV-1-infected patients, there was neither difference in HTLV-1 proviral load between HPV-infected women and the uninfected. CONCLUSIONS: The prevalence of HPV infection was higher in HTLV-1-infected women. Further studies should be performed to evaluate the progression of this co-infection.
Keywords: HTLV-1
HPV
Proviral load
Brazil
keywords: HTLV-1
HPV
Carga proviral
Brasil
DeCS: Coinfecção/epidemiologia
Infecções por HTLV-I/epidemiologia
Infecções por Papillomavirus/epidemiologia
Doenças do Colo do Útero/epidemiologia
Adolescente
Adulto
Idoso
Brasil/epidemiologia
Coinfecção/virologia
Métodos Epidemiológicos
Feminino
Humanos
Meia-Idade
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Doenças do Colo do Útero/virologia
Adulto Jovem
Issue Date: 2012
Publisher: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
Citation: LÔPO, S. S. et al. Evidence of a higher prevalence of HPV infection in HTLV-1-infected women: a cross-sectional study. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 45, n. 3, p. 305-308, 2012.
ISSN: 1678-9849
Copyright: open access
Appears in Collections:IGM - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lopo SS Evidence of a higher....pdf588.42 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.