Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8425
Title: Estado nutricional de mães e filhos menores de cinco anos em Pernambuco
Advisor: Fonseca, Vania Matos
Batista Filho, Malaquias
Gomes Junior, Saint Clair
Authors: Miglioli, Teresa Cristina
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Departamento do Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Mulheres no período reprodutivo e crianças são os grupos mais expostos aos problemas nutricionais, notadamente às situações carenciais, como anemia e deficiência de vitamina A (DVA). A presente tese objetivou investigar a relação entre o estado nutricional (marcadores antropométricos, anemia e DVA) de menores de cinco anos e o estado nutricional de suas mães (Índice de Massa Corporal - IMC, anemia e DVA), idade materna, fatores ambientais, socioeconômicos e acesso a serviços de saúde e programas sociais, sendo elaborada sob a forma de artigos científicos. O primeiro artigo \201CDeficiência de vitamina A em mães e filhos no Estado de Pernambuco\201D, analisou a prevalência e fatores associados à DVA em mães (664) e seus filhos (790) menores de cinco anos, com amostra representativa do meio urbano e rural. A DVA foi definida como níveis de retinol sérico <20\F06Dg/dL para ambos. Análises bi e multivariadas foram realizadas utilizando o modelo log-log complementar como função de ligação adotando-se a ordenação hierárquica explicativa da DVA. O segundo artigo \201CEstado nutricional de mães e filhos menores de cinco anos em Pernambuco\201D, utilizou a análise de correlação canônica, tendo como variáveis dependentes as características dos filhos (peso/idade, estatura/idade, IMC/idade, níveis de hemoglobina e retinol sérico). Como variáveis independentes, as relacionadas ao estado nutricional das mães (IMC, níveis de hemoglobina e retinol sérico), idade materna, fatores ambientais, socioeconômicos e acesso a serviços de saúde e programas sociais. Adotouse um nível de significância <0,05 para seleção das funções canônicas (FC) a serem interpretadas e ± 0,40 como valor de carga canônica das variáveis a serem analisadas dentro de cada função. A prevalência de DVA foi 6,9% nas mães e 16,1% em seus filhos, com ocorrências semelhantes para cada grupo na comparação urbano x rural Na área urbana, o regime de ocupação da moradia associou-se com a DVA nas mães. Para crianças urbanas, após o ajuste final do modelo, figuraram como variáveis preditivas a idade da mãe; nº de consultas pré-natais e peso ao nascer. No meio rural a DVA materna se relacionou à DVA dos filhos, ao peso ao nascer e diarreia nos últimos 15 dias. Foram selecionadas 3 FC concentrando 89,9% da variabilidade da relação entre mães e filhos. Na 1ª FC, peso/idade (-0,73) e estatura/idade (-0,99) dos filhos, achavam-se diretamente relacionados à estatura da mãe (-0,82), consultas pré-natais (-0,43), estrato geográfico (-0,41) e renda familiar per capita (-0,42). Relação inversa entre variáveis referentes aos filhos e moradores/cômodo (0,44), indicando que quanto maior o número de pessoas por cômodo, mais deficiente o estado nutricional. Na 2ª FC, o IMC materno (- 0,48) relacionou-se com IMC/idade e retinol dos filhos. Houve uma forte associação, entre mães e filhos, em relação à anemia, DVA e marcadores antropométricos. À medida que as mulheres aumentavam de peso o mesmo acontecia com seus filhos e mulheres de baixo peso tendiam a ter filhos com DVA. A DVA mantém-se como um problema de saúde pública em Pernambuco. Residir na área rural ainda é um discriminante na situação de saúde das famílias.
Abstract: Women in reproductive period and children are the most exposed groups to have nutritional problems, notably the nutritional deficiencies such as anemia and vitamin A deficiency (VAD). This thesis aimed to investigate the relationship between the nutritional status (anthropometric markers, anemia and VAD) of children under five years of age and the nutritional status of the mothers (Body Mass Index - BMI, anemia and VAD), maternal age, socio-economic and environmental factors, access to health services and social programs, is being elaborated in a scientific article form. The first Article "Vitamin A Deficiency in mothers and children in the State of Pernambuco", examined the prevalence and factors associated with VAD in mothers (664) and children (790) under five years of age as an urban and rural representative sample. VAD was defined as serum retinol levels at <20 mg/dL for both. Bi and multivariate analyzes were carried out using the complementary log-log model as a link function adopting the VAD hierarchical ordination explanation. The second Article "Nutritional status of mothers and children under five years of age in Pernambuco", used the canonical correlation analysis as dependent variables of the children´s characteristics (weight/age, height/age, BMI/age, levels of hemoglobin and serum retinol). As independent variables, the ones related to the nutritional status of mothers are (BMI, levels of hemoglobin and serum retinol) the maternal age, environmental factors, socioeconomic status, and access to health services and social programs. A significance level of <0.05 was adopted for the selection of canonical functions (FC) to be interpreted and ± 0.40 as a load value of canonical variables to be analyzed in each function. The prevalence of VAD was 6.9% in mothers and 16.1% in children with the same occurrences for each group in comparison to urban vs. rural. In the urban area, the occupational residency regime is associated to VAD in mothers. For urban children, after the final adjustments of the model, the predictive variables were figured as maternal age, number of prenatal consultations and birth weight. In rural areas, VAD mothers were related to VAD of the children, birth weight and diarrhea in the last 15 days. 3 FC´s were selected concentrating 89.9% of the variability of the relationship among mothers and children. In the 1st FC, weight / age (-0.73) and height / age (-0.99) of children were found to be directly related to the mother's stature (-0.82), prenatal consultations (-0,43), geographic stratum (-0.41) and per capita income (-0.42). Inverse relationships between variables relating to children and households/rooms (0.44), indicates the higher the number of people per room, the poorer is the nutritional status. The 2nd FC, the maternal BMI (-0.48) was related to the children´s BMI / age and retinol. There was a strong association among mothers and children in relation to anemia, VAD and anthropometric markers. As women gained weight so did their children and underweight women tended to have children with VAD. VAD is considered as a public health problem in Pernambuco. It is still a discriminant in health status of the families residing in rural areas.
Keywords: Nutritional Status
Mothers
Children
Hemoglobin
Retinol
keywords: Estado Nutricional
Mães
Crianças
Hemoglobina
Retinol
DeCS: Estado Nutricional
Mães
Criança
Hemoglobinas
Vitamina A
Issue Date: 2014
Publisher: Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Citation: MIGLIOLI, Teresa Cristina. Estado nutricional de mães e filhos menores de cinco anos em Pernambuco. 2014. 202 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2014.
Date of defense: 2014-03
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
teresa_miglioli_iff_dou_2014.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.