Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8883
Title: O ser-no-mundo com câncer: o dasein de pessoas ostomizadas.
Other Titles: The being-in-the-world with cancer: the dasein ostomized Peoples
Authors: Martins, Alberto Mesaque
Almeida, Suellen Santos Lima de
Modena, Celina Maria
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente. Belo Horizonte, MG, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente. Belo Horizonte, MG, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente. Belo Horizonte, MG, Brasil
Abstract: As neoplasias colorretais, constituem-se como a terceira causa mais comum de câncer a nível mundial. Dentre as opções de tratamento a ostomização acarreta a necessidade de uso de uma bolsa externa ao corpo para eliminação de fezes. Este estudo procurou compreender a maneira como pacientes ostomizados experienciam o câncer e o uso da bolsa. Na perspectiva da pesquisa qualitativa e da pesquisa fenomenológica existencial, foram entrevistados 8 pacientes, de ambos os sexos. Utilizando as categorias existenciais de Umwelt (mundo-físico), Mitwelt (mundo relacional), Eigenwelt (mundo-próprio) e Ueberwelt (mundo desconhecido), observou-se que viver com- a-bolsa implica em ressignificar as relações com o corpo, com os outros, consigo próprio e com a transcendência. Homens e mulheres possuem modos distintos de experienciar a enfermidade. Nesse sentido, urge retornar, nos serviços de saúde, a dimensão do ser que adoece, ampliando a atuação para além da perspectiva biomédica.
Abstract: Colorectal neoplasms, constitute as the third most common cause of cancer worldwide. Among the treatment options, the ostomy involves the need to use a bag outside the body for disposal of feces. This study sought to understand the cancer patients and ostomates experience and use of bag. From the perspective of qualitative research and existential phenomenological research, we interviewed eight patients, men and women. Using the existential categories of Umwelt (world-physical), Mitwelt (relational-world), Eigenwelt (world-own) and Ueberwelt (unknown world), we found that live-with-a-bag implies changes relations with the body, with others, with himself and transcendence. Men and women have different ways of experiencing the disease. In this sense, it is urgent to return, health services, the extent of being that sick, extending the work beyond the biomedical perspective.
Keywords: Cancer
Phenomenology
Health psychology
keywords: Câncer
Fenomenologia
Psicologia da saúde
Issue Date: 2011
Publisher: Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar
Citation: MARTINS, Alberto Mesaque; DE ALMEIDA, Suellen Santos Lima de; MODENA, Celina Maria. O ser-no-mundo com câncer: o dasein de pessoas ostomizadas. Revista da SBPH, v. 14, n.1, p. 74-91, 2011
ISSN: 1516-0858
Copyright: open access
Appears in Collections:MG - IRR - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O ser-no-mundo com câncer.pdf146.71 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.