Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8891
Title: Masculinidade hegemônica, vulnerabilidade e prevenção ao HIV/AIDS
Other Titles: Hegemonic masculinity, vulnerability and the prevention of HIV/AIDS
Authors: Marques Junior, Joilson Santana
Gomes, Romeu
Nascimento, Elaine Ferreira do
Affilliation: Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Centro de Ciências Sociais. Departamento de Formação Básica do Serviço Social. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O estudo tem como objetivo analisar as relações entre masculinidade, vulnerabilidade e prevenção do HIV/AIDS, com a ancoragem em narrativas de homens jovens pertencentes às chamadas classes trabalhadoras urbanas, levando em conta não só os sentidos atribuídos à prevenção por parte desses sujeitos, mas também considerando a relação dialética entre individuo e sociedade. O referencial conceitual engloba três eixos masculinidade hegemônica, prevenção e vulnerabilidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa baseada na perspectiva da hermenêutica dialética que utiliza o método de interpretação de sentidos. A análise produziu dois eixos como resultados: A masculinidade hegemônica como fator de vulnerabilidade; Mitos e preconceitos como fatores de vulnerabilidade ao HIV/AIDS; Em termos de conclusão, reforça-se a necessidade da discussão acerca da prevenção encampar a necessidade de colocar na ordem do dia a construção do sistema sexo/gênero em volta do qual se articulam os significados sociais da masculinidade e da feminilidade que influenciam estruturalmente o plano das relações afetivo sexuais, em geral, e a prevenção do HIV/AIDS, em específico
Abstract: The study aims to examine the relationship between masculinity, vulnerability and the prevention of HIV/AIDS, based on reports from young men from the so-called urban working classes, taking into account not only the meanings attributed to prevention by these subjects, but also considering the dialectical relationship between the individual and society. The conceptual framework encompasses the three main aspects of hegemonic masculinity, prevention and vulnerability. This involves qualitative research based on the perspective of dialectical hermeneutics that uses the method of interpretation of meanings. The analysis yielded two main results, namely hegemonic masculinity as a vulnerability factor, and myths and prejudices as factors of vulnerability to HIV/AIDS. By way of conclusion, it reinforces the need for discussion of prevention encompassing the need to put on the agenda the construction of the sex/gender system around which to articulate the social meanings of masculinity and femininity that influence the structural plan of affective sexual relations in general and HIV/AIDS in particular.
Keywords: Masculinity
Vulnerability
Prevention of HIV/AIDS
keywords: Masculinidade
Vulnerabilidade
Prevenção do HIV/AIDS
DeCS: Masculinidade
Vulnerabilidade a Desastres
Prevenção de Doenças Transmissíveis
Issue Date: 2012
Publisher: Associação brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Citation: MARQUES JUNIOR, Joilson Santana. et al. Masculinidade hegemônica, vulnerabilidade e prevenção ao HIV/AIDS. Ciênc. saúde coletiva., Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 511-520, 2012.
ISSN: 1434-1816
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Masculinidade hegemônica, vulnerabilidade e prevenção ao HIVAIDS.pdf175.19 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.