Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8947
Title: Colonização nasofaringeana por streptococcus pneumoniae: estudo lngitudinal em crianças menores de cinco anos de idade
Advisor: Pedreira, Joice Neves Reis
Members of the board: Almeida, Maria da Conceição Chagas de
Barros, Tania Fraga
Cunha, Geraldo Marcelo da
Authors: Menezes, Ana Paula de Oliveira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Abstract: Streptococcus pneumoniae é um dos agentes etiológicos mais importantes em infecções adquiridas na comunidade. Este patógeno coloniza o trato respiratório de indivíduos saudáveis, apresentando maior prevalência entre 1 e 2 anos de idade (aproximadamente 50%) e depois diminui com a idade adulta (aproximadamente 10%). A alta incidência das doenças pneumocócicas e a crescente resistência aos antimicrobianos, favoreceu a introdução das vacinas conjugadas (ano de 2000). Após a introdução das vacinas conjugadas foi observado à queda na incidência da doença pneumocócica e diminuição da prevalência de colonização por sorotipos vacinais. Em contrapartida vem sendo notado o aumento de casos de doença sorotipos não vacinais. Por isso a importância de verificar a dinâmica da colonização nasofaringeana por pneumococos em crianças < 5 anos de idade antes da introdução da vacina. Foram selecionadas radomicamente 203 crianças residentes da comunidade de Pau da Lima, Salvador, Bahia, das quais foi colhido a amostra nasofaringeana em quatro períodos durante um ano com intervalo de três a quatro meses entre cada coleta. No período de janeiro de 2008 a janeiro de 2009 foram colhidos um total de 721 swabs, sendo 398 positivos para pneumococos (56%). Os fatores de risco associados a colonização foram: aglomeração, contato com crianças menores de 2 anos de idade e presença de ITRS. Os sorotipos vacinais mais prevalentes foram o 6A/B, 19F, 14, 23F e 18. O sorotipo 19F foi o segundo mais prevalente e associado com a não susceptibilidade à penicilina. Dezesseis isolados do sorotipo 19F foram não tipáveis (NT) pelo método de multiplex PCR; sendo identificados apenas quando submetidos a reação de Quellung. Por isso, foi desenvolvido um novo primer para identificação deste sorotipo. Entre os sorotipos não vacinais os mais prevalentes foram o 16F, 15B/C, 6C e 34. A não susceptibilidade a penicilina e TMP/SMX foi de 38,5% e 58,0%, respectivamente. Pode-se observar que 91% dessas crianças estiveram colonizadas pelo menos uma vez durante o seguimento e que sorotipos não vacinais (34 e 15B/C) persistiram colonizando a mesma criança em mais de uma coleta. Ao longo do estudo, clones internacionais foram identificados na comunidade como o “Spain9V-3” (ST 156) e “Portugal 19F-21” (ST 177), relacionados com a não susceptibilidade a penicilina. O monitoramento da dinâmica da colonização pós-vacina é importante para a adequação da prevenção na era das vacinas conjugadas com limitado número de sorotipos.
Abstract: Streptococcus pneumoniae is one of the most important etiologic agents in community-acquired infections. This pathogen colonizes the respiratory tract of healthy individuals shortly after birth, with higher prevalence of between 1 and 2 years of age (approximately 50%) and then decreases with age reaching adult rates below 10%. The high incidence and increasing antimicrobial resistance, favored the introduction of conjugate vaccines in 2000. After the introduction of conjugate vaccines a decreasing incidence of pneumococcal disease and carriage rates by vaccine serotypes was observed. In contrast we observe an increase in number of cases of disease and carriage by non-vaccine serotypes. Thus, this study aims to determine the dynamics of nasopharyngeal colonization by pneumococci in children <5 years of age after introduced the conjugate vaccine. A total of 203 children were random selected at the community of Pau da Lima in Salvador, Bahia, of whom the nasopharyngeal swab was collected in four periods with interval of 3 to 4 months between each collection. A total of 721 swabs were collected from January 2008 to January 2009, with 398 positive for pneumococci (56%). Risk factors associated with colonization were: crowding, contact with children lower than 2 years old and the presence of URTI. and The most prevalent vaccine serotype were 6A / B, 19F, 14; 23F and 18. The serotype 19F was the second most prevalent and associated with non-susceptibility to penicillin. Sixteen isolates of serotype 19F were nontypeable (NT) by the method of multiplex PCR; being identified only when submitted to Quellung reaction. Therefore, we developed a new primer to identify this serotype. The most prevalent non-vaccine serotypes were 16F, 15B / C, 6C and 34. The non-susceptibility to penicillin and TMP / SMX was 38.5% and 58.0%, respectively. It can be seen that 91% of the children were colonized at least once during follow-up and non-vaccine serotypes (34 and 15B / C) persisted colonizing the same child on more the one collection. Throughout the study, international clones were identified circulating at this community as the Spain9V-3 (ST 156) and Portugal 19F-21 (ST 177), all related with non-susceptibility to penicillin. The monitoring of the dynamics of post-vaccine colonization is important for the adequacy of prevention in the era of conjugated vaccines with limited repertoire of serotypes.
Keywords: Streptococcus pneumoniae
Nasopharyngeal carriage
Conjugate vaccine
keywords: Streptococcus pneumoniae
Colonização nasofaringeana
Vacina conjugada
Issue Date: 2014
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: MENEZES, A. P. de O. Colonização nasofaringeana por streptococcus pneumoniae: estudo lngitudinal em crianças menores de cinco anos de idade. 2014. 89 f. il. Tese (Doutorado em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa) - Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Salvador, 2014.
Date of defense: 2014
Place of defense: Salvador/BA
Department: Departamento de Vice Diretoria e Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Paula Menezes.Colonização...pdf2.88 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.