Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9086
Title: Avaliação da eficácia de um protocolo de higiene bucal na prevenção de infecções no pós-operatório infantil em crianças submetidas à cirurgia cardíaca
Advisor: Azevedo, Vitor Manuel Pereira
Lorenzo, Andrea Rocha de
Authors: Pimentel, Elizângela Lins Cavalcanti
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Pneumonia associada à ventilação (PAV) é a infecção nosocomial mais frequentemente associada ao aumento de morbidade e mortalidade. Considerando o conhecimento acerca dos métodos de redução da placa dental e os resultados disponíveis sobre a influência da clorexidina na redução da PAV, consideramos a hipótese de que a higiene bucal com intervenção mecânica e farmacológica nessa população específica poderia reduzir as infecções hospitalares do trato respiratório. O objetivo do trabalho foi determinar a eficácia da escovação dental com gel de clorexidina a 0,2% na incidência da PAV. Desfechos secundários incluíram tempo de ventilação mecânica, tempo de permanência em unidade de terapia intensiva pediátrica (UTIP), tempo total de internação e mortalidade. A associação entre as variáveis clínicas e laboratoriais e o aparecimento de infecções respiratórias foi analisada. Durante 14 meses, crianças e adolescentes a partir de um ano de idade, entubadas e requerendo ventilação mecânica após cirurgia aberta do coração foram randomizadas em dois grupos. No grupo controle (GC) manteve-se o protocolo de higiene bucal vigente com gaze umedecida em solução aquosa de clorexidina a 0,12% duas vezes ao dia e no grupo experimental (GE) a higiene bucal foi realizada com escova de dente infantil e gel de clorexidina 0,2% uma vez ao dia Exame bucal foi realizado previamente, sendo registrados: índice de cárie, índice de sangramento gengival e índice de biofilme visível, presença de hipoplasias e alterações em tecidos moles. Cultura do aspirado traqueal, hemograma, proteína C reativa e gasometria foram monitorados diariamente. Hemoculturas foram colhidas 24 e 48h após a cirurgia. Para a análise estatística dos resultados, foram utilizados os testes mais pertinentes para verificar a relação de cada marcador clínico e laboratorial com a ocorrência ou não de infecções respiratórias. Foram randomizados 128 pacientes (GT=64 e GC=64), dois apresentaram morte imediata e nove não puderam receber a intervenção. Características basais, gerais e bucais, foram semelhantes nos dois grupos, com exceção do tipo de cardiopatia e tempo de pinçamento aórtico. O exame bucal de todos os pacientes revelou ceod=1,86, CPOD=0,93, IBV=2,43, ISG=6,36, 9,38% dos pacientes com hipoplasia e alta prevalência de língua geográfica (17,97%). Incidência de PAV foi 6,25%. Resultados mostraram redução do risco para desenvolvimento da PAV no grupo experimental (RR=0,16; 0,03-0,82 95%IC, p=0,028) Não houve diferença entre os grupos para tempo de ventilação mecânica, tempo de permanência em UTIP, tempo total de internação e mortalidade. Pacientes que desenvolveram PAV apresentaram tempo de permanência em UTIP, tempo de ventilação mecânica e tempo total de internação superiores aos pacientes que não desenvolveram a PAV. Não houve asassociação entre os índices bucais e o desenvolvimento da PAV. Conclusão: A introdução da escova dental combinada ao gel de clorexidina 0,2% trouxe benefício adicional à solução de clorexidina 0,12% duas vezes ao dias na redução de PAV em crianças submetidas á cirurgia cardíaca
Abstract: Ventilator associated pneumonia (VAP) is the most frequently nosocomial infection associated with increased morbi dity and mortality. Considering the knowledge about better procedures to re duce dental plaque and available results involving the effectiveness of chlorhexidine in preventing VAP , we hypothesized that oral decontamination with mechanical and pharmacological tools in this specific population would reduce hospital acquired infectio n related to respiratory tract. The aim of the study was to determine in a randomized, single - blind trial, the effect of oral hygiene with tooth brushing combined with chlorhexidine gel 0,2% on VAP incidence. Secondary outcomes include d me chanical ventilat ion length, intensive care unit stay , hospital stay and mortality. T he association between clinical and laboratory variables and respiratory infections was assessed. During 1 4 months c onsecutive c ongenital heart children older than one year and adolescent , i ntubated and requiring mechanical ventilation after cardiac surgery were randomized in two groups. In control group (CG) the actual hygiene protocol was maintained with 0,12% chlorhexidine twice a day and in experimental group (EG) tooth brushing and mu cosa cleanness were done with 0,2% chlorhexidine gel once a day . Oral health status was previously registered: caries index, gingival bleeding index, visible biofilm index , presence of hipoplasia and mucosal alterations . Endotracheal secretory culture , oxy gen gas, blood count and reactive C protein ( RCP ) were daily monitored. Blood culture was assessed on 24h and 48h after surgery . Among 128 randomized patients (CG=64 and EG=64) , two showed immediate death and nine were unable to receive the intervention. B aseline characteristics w ere comparable, except for cyanosis and aortic occlusion length. Oral examination for all group showed dmft=1,86, DMFT=0,93, mean visible plaque index 2,43 % , mean gingival bleeding index 6,35 % , presence of hypoplasia in 9,38% . We f ound a high prevalence of geographic tongue (17.97%). Incidence of VAP was 6,25%. Results showe risk reduction for development of VAP (RR=0,16; 0,03 - 0,82 95%IC, p=0,028). There was no statistically significant difference between group s for secondary outcom es. Patients who developed PAV showed higher mechanical ventilation lengt h, intensive care unit stay and hospital stay . There were no associations between dental variables and development of VAP . Conclusion: Tooth b rushing combined with 0,2% chlorhexidine gel was capable to bring an additional benefit to 0,12% chlorhexidine alone twice a day in PAV prevention in children after cardiac surgery
DeCS: Higiene Bucal
Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica
Cardiopatias Congênitas
Cirurgia Torácica
Issue Date: 2012
Citation: PIMENTEL, E. L. C. Avaliação da eficácia de um protocolo de higiene bucal na prevenção de infecções no pós-operatório infantil em crianças submetidas à cirurgia cardíaca. 2012. 114f. Tese (Doutorado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Rio de Janeiro, 2012
Date of defense: 2012
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
elizangela_pimentel_ipec_dout_2012.pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.