Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9102
Title: Interações linfócitos/células nervosas, in vitro, na infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi possível participação da matriz extracelular
Advisor: Wilson Savino
Members of the board: Cruz, Alda Maria da
Konig, Sandra
Castro, Solange Lisboa de
Pirmez, Claude
Lagrota-Cândido, Jussara Machado
Authors: Mariz, Fernanda Pinto
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: A doença de Chagas, cujo agente etiológico é o Trypanosoma cruzi, é considerada uma parasitose endêmica que acomete mais de 18 milhões de indivíduos na América Latina. Uma parte destes apresenta acometimento do sistema nervoso central e periférico. Vem sendo descrito, durante a fase aguda da doença, um intenso infiltrado inflamatório em regiões do tecido nervoso. Entretanto, os mecanismos envolvidos no aporte de células T e nas interações celulares neste tecido permanecem pouco esclarecidos. Assim, utilizamos neste trabalho um modelo in vitro visando estudar as interações entre células T de camundongos na fase aguda de infecção e células neuronais, exemplificadas por uma linhagem de neuroblastoma murino (N2a), e por neurônios do córtex cerebral oriundos de cultivo primário. Em particular, procuramos avaliar as interações mediadas por elementos de matriz extracelular (ECM), os quais sabidamente são capazes de interferir com os eventos de migração celular Inicialmente, observamos que células N2a e neurônios de cultivo primário expressam constitutivamente proteínas de ECM (laminina, fibronectina e colágeno tipo IV), cuja presença é aumentada na vigência de infecção in vitro pelo T. cruzi. Também pudemos notar aumento na adesão de células T às células N2a quando estas são infectadas in vitro e/ou quando os linfócitos T são oriundos de animais infectados. Este fenômeno é mediado, pelo menos em parte, por elementos de ECM, visto que pôde ser bloqueado por anticorpos antifibronectina, antilaminina e anticolágeno tipo IV. Nossos resultados indicam que ligantes e receptores de ECM encontram-se envolvidos na interação células T/células neuronais, a qual pode ocorrer após a infecção experimental pelo T. cruzi
Abstract: Chagas disease, caused by the protozoan Trypanosoma cruzi , is an endemic parasitic disease affecting more than 18 million individuals in Latin America. Part of these patients develop symptoms related to the disorders in the pe ripheral and central nervous system. It has been described, during the acute phase of the d isease, an intense inflammatory infiltrate in the nervous tissue, but the mechanism (s) driving T cells to this tissue remain(s) to be clarified. We used an in vitro model to study the interactions between T cells derived T. cruzi -infected mice and neurons, herein exemplified by t he N2a murine neuroblastoma cell line, as well as by a brain cort ex-derived primary culture of murine neurons. In particular, we looked for extracellular matrix (ECM)- mediated interactions, known to affect T cell migration. We first showed that N2a cells and the primary cult ures of neurons constitutively express the ECM proteins, laminin, fibronectin and collagen type IV and that such an expression is upregulated upon T. cruzi infection in vitro . Moreover, adhesion of peripheral T cells was enhanc ed (as compared to non- infected conditions) when N2a cells were infected in vitro , or when T cells were derived from T. cruzi infected mice. This likely represents an ECM- medi ated event since it could be partially inhibited with anti-ECM antibodies. In conclusion, our results indicate that ECM ligand s and receptors are involved in the T cell/neuronal interactions that may occur following T. cruzi infection
keywords: Células Neuronais
Interações Imunoneuroendócrinas
DeCS: Trypanosoma cruzi
Linfócitos T
Matriz Extracelular
Células Neuroendócrinas/imunologia
Issue Date: 2002
Citation: MARIZ, Fernanda Pinto. Interações linfócitos/células nervosas, in vitro, na infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi possível participação da matriz extracelular. 2002. 160f. Dissertação (Mestrado em Biologia Celular e Molecular) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de janeiro, 2002
Date of defense: 2007
Place of defense: Rio de Janeiro/ RJ
Department: Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBCM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1_fernanda_mariz_ioc_mest_2002.pdf388.39 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.