Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9435
Title: As marcas corporais segundo a percepção de profissionais de saúde: adorno ou estigma?
Other Titles: Perceptions of healthcare providers toward body art: adornment or stigma?
Authors: Caroni, Mariana Malheiros
Grossman, Eloisa
Affilliation: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Saúde do Adolescente. Núcleo de Estudos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Ciências Médicas. Centro Biomédico. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O uso de marcas corporais tem se torna-do cada vez mais frequente, sobretudo entre ado-lescentes. Através de abordagem qualitativa, este estudo pretende avaliar se o uso de piercings e ta-tuagens afeta o cuidado prestado por auxiliares de enfermagem a adolescentes internados e identifi-car influências na formação dos significados atri-buídos às marcas. Foram entrevistados auxiliares que trabalham em enfermaria específica para o atendimento de adolescentes. Após análise das en-trevistas, foram formuladas categorias para me-lhor apreensão do sentido atribuído pelos auxilia-res ao uso de marcas. Algumas categorias foram recorrentes, destacando-se a associação das mar-cas a: comportamentos de desvio; apelo erótico e consumismo; gesto de coragem; riscos de adoeci-mento e doença mental. Religião e valores famili-ares predominaram sobre a formação profissional em relação aos significados atribuídos ao objeto de estudo. Conclui-se que a visão negativa em rela-ção às marcas relaciona-se diretamente ao cuida-do. A quantidade de marcas, a localização, o tipo, a idade do adolescente e o caráter definitivo/tran-sitório interferem na interpretação dos profissio-nais. Contudo, marcas corporais são ferramentas semiológicas importantes, devendo ser incluídas no roteiro de avaliação dos adolescentes.
Abstract: Nowadays, body art is widespread, es-pecially among adolescents. This qualitative study seeks to assess whether the use of body art inter-feres with how nursing assistants care for hospi-talized adolescents and to identify factors that in-fluence the perceptions of these health care pro-viders. Nursing assistants working in an adoles-cent-specific ward were interviewed. After the analysis, dominant themes emerged from the nar-ratives, allowing for a better understanding of how nursing assistants perceive tattoos and piercing. Some themes were recurrent, especially the asso-ciation of body art with deviant behavior, erotic appeal, consumerism, courage, health risks, and psychic disorders. Religion and family values pre-vail over professional knowledge in how body marks are perceived. It may thus be inferred that a negative attitude toward body art is directly related to quality of care. The number of marks, their location, their type, and the definite/tem-porary character of tattoos and piercing interfere with the providers’ interpretation. However, piercing and tattoos are important semiological tools and must be included in the script for the evaluation of adolescents.
Keywords: Tattooing
Body Piercing
Adolescent
Nursing Aides
Healthcare Personnel
keywords: Tatuagem
Piercing Corporal
Adolescente
Auxiliares de Enfermagem
Pessoal de Saúde
DeCS: Tatuagem
Piercing Corporal
Adolescente
Auxiliares de Enfermagem
Pessoal de Saúde
Issue Date: 2012
Publisher: Associação brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Citation: CARONI, Mariana Malheiros. GROSSMAN, Eloisa. As marcas corporais segundo a percepção de profissionais de saúde: adorno ou estigma?. Ciênc. saúde coletiva., Rio de Janeiro, v. 17, n. 4, p. 1061-1070, 2012.
ISSN: 1413-8123
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
As Marcas Corporais Segundo a Percepção de Profissionais de Saúde Adorno ou Estigma.pdf148.43 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.