Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/12460
Title: Aspectos subjetivos do paciente ao diagnóstico de tuberculose e adesão terapêutica: contribuição à educação médica
Advisor: Mannarino, Celina
Rolla, Valéria Cavalcanti
Members of the board: Fernandes, Nilo Martinez
Siqueira, Hélio Ribeiro
Matta, Gustavo Correa
Authors: Andrade, Elizabeth da Trindade de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O abandono do tratamento da tuberculose (TB) continua a impactar os desfechos clínicos e poucos estudos abordam pacientes, médicos e alunos visando compreender os aspectos subjetivos envolvidos no tratamento. O objetivo deste estudo foi abordar os aspectos subjetivos do paciente com TB quanto ao diagnóstico e adesão terapêutica e relacioná-los às concepções de médicos e graduandos de medicina. Foram incluídos na pesquisa 23 pacientes, em seu primeiro episódio de TB pulmonar, selecionados por critério de saturação e, por exaustão, sete médicos preceptores e 15 alunos do quarto ano de medicina, no período de novembro de 2011 a dezembro de 2013, no ambulatório de TB do Hospital Universitário Pedro Ernesto, Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual semiestruturada, grupo focal, observação participante e registros em diário de campo. O referencial teórico utilizado foi o Interacionismo Simbólico, tendo como abordagem metodológica de análise a Teoria Fundamentada nos Dados, na qual priorizamos o eixo Estratégias de Ação/Interação e suas interseções emergidas das falas analisadas. O atual Ementário do curso de graduação de Medicina da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) foi analisado visando conhecer as disciplinas que abordam a integralidade e a adesão na formação. A categoria central do estudo \201CVivência de adoecimento e adesão ao tratamento\201D, obtida por processo interpretativo, revelou as ações e interações definidas por categorização dos discursos e suas interseções Nas falas dos pacientes emergiram as categorias estigma, autossegregação, dificuldades assistenciais; e mecanismos de defesa como: negação, racionalização, isolamento; outros mecanismos mentais, como culpabilização, responsabilização e da interação social, como o encobrimento. A categoria estratégia assistencial foi relacionada à prática dos médicos para favorecer a adesão. Na categoria obediência médica, os alunos pontuaram a diferença de gênero interferindo no abandono. Foram ressaltadas as dificuldades dos alunos. As categorias rede social de apoio, vínculo com a equipe de saúde, relação médico-paciente, presentes no discurso de todos os participantes do estudo, foram consideradas facilitadoras da adesão. Os médicos e os alunos enfatizaram a corresponsabilização do paciente no tratamento e reconheceram a relação TB e sociedade como condição positiva ou negativa à adesão. Na categoria educação médica incluímos as demandas de ensino destacadas por médicos e alunos. A técnica de grupos focais propiciou a interação entre os participantes. A análise do Ementário da UERJ revelou que os conceitos integralidade e adesão são pouco explorados. Concluímos que a vivência de adoecimento e tratamento promove repercussões emocionais e diferenças de discursos em relação a esses fenômenos em todos os participantes, sendo propiciadoras de adesão ou de abandono. O estudo mostrou a importãncia de implementar a estratégia terapêutica de grupo, com os pacientes, para favorecer a adesão, a assistência integral em saúde e como recurso didático para os graduandos
Abstract: The abandonment of the tuberculosis (TB) treatment continues to impact clinical outcomes. Few studies seeking to understand the subjective as pects involved in the treatment address patients, doctors and students. The purpose of this study was to address the subjective aspects of the TB patient regarding diagnosis, therapeutic adherence and relating them to the conceptions of physicians and medical students. Twe nty-three patients were included in the survey on their first episode of pulmonary TB, sele cted by saturation criteria, and exhaustion, seven preceptors doctors and fifteen fourth-year me dical students, from November 2011 to August 2013 at the TB outpatient ambulatory of the University Hospital Pedro Ernesto (HUPE) of the Rio de Janeiro State University (UERJ ). The data was collected through semi- structured individual interviews, focal group appro ach, participant observation and records in a field journal. The theoretical background applied was Symbolic Interactionism, with the methodological approach of analysis, the Grounded T heory, prioritizing the axis Action Strategies / Interaction and their intersections, e merged from the speech analysis. The current Medical School Curriculum at UERJ, was analyzed in order to know which disciplines address to the integrality and adherence. The core category of the study "The experience of becoming sick and treatment adherence", obtained by interpretive process revealed the actions and interactions defined by categorization of speec hes and their intersections. In the speech of patients emerged the following categories: stigma, self segregation, care difficulties, and denial, rationalization, isolation, other mental me chanisms such as blame, accountability and social interaction as concealment. The assistance s trategy category was related to physicians’ practice in order to favor adherence. In the medica l obedience category, students scored the gender difference as interfering factor for abandon ment. Students' difficulties were highlighted. The following categories: social suppo rt, bond with the health team, physician- patient relationship present within the speech of a ll study participants, were considered facilitators of adherence. Doctors and medical stud ents emphasized the co-responsibility of the patient in the treatment and acknowledged the r elationship "TB & society" as a positive or negative condition for adherence. In the category, medical education the demands of teaching highlighted by physicians and medical students were included. The focus groups technique facilitated the interaction between participants. T he analysis of UERJ Studies Program revealed that the integrality and adherence concept s are underexplored. We conclude that the experience of becoming sick and treatment promotes emotional repercussions and differences of speeches in relation to these phenomena in all p articipants, leading to either adherence or abandonment. The study showed the importance of imp lementing the therapeutic group strategy with patients, to improve adherence, integ ral care in health and as a teaching resource for undergraduates.
DeCS: Tuberculose
Adesão à Medicação
Educação Médica
Pacientes
Issue Date: 2014
Citation: ANDRADE, Elizabeth da Trindade de. Aspectos subjetivos do paciente ao diagnóstico de tuberculose e adesão terapêutica: contribuição à educação médica. 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Rio de Janeiro, 2014.
Date of defense: 2014
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
elizabeth_andrade_ini_mest_2013.pdf475.66 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.