Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/1757
Title: Use of the Nominal Group Technique and the Delphi Method to draw up evaluation indicators for strategies to deal with violence against children and adolescents in Brazil
Other Titles: Uso da Técnica Grupo Nominal e do Método Delphi para a elaboração de indicadores de avaliação das estratégias de enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes no Brasil
Authors: Deslandes, Suely Ferreira
Mendes, Corina Helena Figueira
Pires, Thiago de Oliveira
Campos, Daniel de Souza
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisas Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Objetivos: o estudo apresenta o processo de produção e seleção de indicadores para avaliar e/ou monitorar as estratégias de: a) prevenção e promoção de relações familiares e comunitárias protetoras; b) atenção às vítimas destas violências e aos seus familiares; c) qualificação de registros e notificação destas violências; d) garantia dos direitos das crianças e adolescentes vitimizados; e) responsabilização dos autores destas violências. Métodos: foram empregadas metodologias participativas geradoras de consenso (Método Delphi e Técnica Grupo Nominal). Resultados: foram produzidos 113 indicadores e selecionados 27 e 91 indicadores em cenários com escores diferentes. Conclusões: as metodologias de consenso se mostraram adequadas para a eleição e validação de indicadores para avaliação, porém demandam que se estabeleçam critérios de seleção dentre os indicadores aprovados.
Abstract: Objectives: the aim of this study is to present a method for the production and selection of indicators to evaluate and/or monitor strategies to: a) prevent violence and promote protective family and community relations; b) provide care for victims of such violence and their family members; c) upgrade the recording and reporting of such violence; d) guarantee the rights of child and adolescent victims; and e) ensure due prosecution of perpetrators. Methods: consensus-generating participatory methodologies were used (Delphi Method and Nominal Group Technique). Results: 113 indicators were produced, with 27 and 91 indicators selected in scenarios with different scores. Conclusions: the consensus methodologies were adequate for the selection and validation of evaluation indicators, but criteria need to be established for selection among the indicators adopted.
Keywords: Family relations
Indicators
Violence
Public policy
Child
Adolescent
keywords: Relações familiares
Indicadores
Violência
Políticas públicas
Criança
Adolescente
Issue Date: 2010
Publisher: Instituto de Medicina Integral Profesor Fernando Figueira
Bibliography : 1. Sistema de Informação para a Infância e Adolescência. Módulo 1. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Brasil. [Accessed 19/3/2010]. Available in: www.mj.gov.br/sipia/ 2. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Disque 100: cem mil denúncias e um retrato da violência sexual infantojuvenil. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Brasil. [Accessed 19/03/2010]. Available in: http://www.bancadigital.com.br/sedh/reader2/?pID=4.3. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Matriz Intersetorial de Enfrentamento da Exploração Sexual Comercial de Crianças e Adolescentes. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Brasil. [Accessed 27/5/2008]. Available in: http://www.caminhos.ufms.br/matrizdados/mapa_ matriz.html 4. Donabeniam AMD. Criteria and standarts for quality assesment and monitoring. QRB. 1986; 12: 99-108. 5. Medina MG, Silva GAP, Aquino R, Hartz ZMA. Uso de modelos teóricos na avaliação em saúde: aspectos conceituais e operacionais. In: Hartz ZMA; Vieira-da-Siva LM, editor. Avaliação em Saúde: dos modelos teóricos à prática na avaliação de programas e sistemas de saúde. Salvador / Rio de Janeiro: Fiocruz; 2005. p. 41-63. 6. Wright JTC, Giovinazzo RA. Delphi: uma ferramenta de apoio ao planejamento prospectivo. Caderno de Pesquisas em Administração. São Paulo; 2000. v.01, n.12, 2° trim. 7. EuropeAid. Joint Evaluation Unit. Guidelines for geographic and thematic evaluations. [Accessed 26/3/2008]. Available in: http://ec.europa.eu/europeaid/ evaluation/methodology/ methods/mth_pps_en.htm 8. Jones J, Hunter D. Qualitative Research: Consensus methods for medical and health services research. British Med J. 1995; 311: 376-80. 9. Nagahama EEI. Avaliação da implantação de serviços de saúde reprodutiva no Município de Maringá, Paraná, Brasil. Cad Saúde Pública. 2009; 25: 279-90. 10. Piola SF, Vianna SM, Vivas-Consuelo D. Estudo Delphi: atores sociais e tendências do sistema de saúde brasileiro. Cad Saúde Pública. 2002; 18: 181-90. 11. Wright JTC, Spers RG. O país no futuro: aspectos metodológicos e cenários. Estudos Avançados. 2006; 20: 13-28. 12. Banco Interamericano de Desenvolvimento. Matriz de marco lógico. Uma ferramenta de elaboração de projetos. [Accessed 10/01/2008]. Available in: www.enap.gov.br/downloads/ ec43ea4fAvaliacao_pratica_marco_logico.pdf 13. Duggan EW, Thachenkary CS. Integrating nominal group technique and joint application development for improved systems requirements determinations. Inf Manage. 2004; 41: 399-411. 14. Friedman VJ, Rothman J, Withers B. The power of why: engaging the goal paradox in program evaluation .Am J Eval. 2006; 27: 201-18.15. Perry J, Linsley S. The use of the nominal group technique as an evaluative tool in the teaching and summative assessment of the inter-personal skills of student mental health nurses. Nurse Educ Today. 2006; 26: 346-53. 16. Mattar FN. Pesquisa de marketing. Edição Compacta. São Paulo: Atlas; 2001. 17. Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Editorial Presença; 1970. 18. Bernal-Delgado E, Peiró S, Sotoca R. Prioridades de investigación en servicios sanitarios en el Sistema Nacional de Salud. Una aproximación por consenso de expertos. Gac Sanit. 2006; 20: 287-94. 19. Bussab WO, Morettin PA. Estatística Básica. 4 ed. São Paulo: Atual; 1987. 20. Keeney S, Hasson F, Mckenna HA. Critical review of the Delphi technique as a research methodology for nursing. Inter J Nurs Stud. 2003; 38: 195-200. 21. Deslandes SF, Assis SG. Abordagens quantitativa e qualitativa em saúde: o diálogo das diferenças. In: Minayo MCS, Deslandes SF, editores. Caminhos do pensamento: epistemologia e método. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2003. p. 195- 223. 22. Cosendey MAE, Hartz ZMA, Bermudez JAZ. Validation of a Tool for Assessing The Quality of Pharmaceutical Services. Cad Saúde Publica. 2003; 19: 395-406. 23. Reichenheim M, Moraes CL. Buscando a qualidade das informações em pesquisas epidemiológicas. In: Minayo MC, Deslandes SF, editores. Caminhos do pensamento: epistemologia e método. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2002. p. 227-54. 24. Baker J, Lovell K, Harris N. How expert are the experts? An exploration of the concept of ‘expert’ within Delphi panel techniques. Nurs Res. 2006; 14: 59-70. 25. Mead D, Moseley L. The use of Delphi as a research approach. Nurs Res. 2001; 8: 4-23. 26. Keeney S, Hasson F, Mckenna HA. Consulting the oracle: ten lessons from using the Delphi technique in nursing research. J Adv Nurs. 2006; 53: 205-12. 27. Noblat L, Oliveira MGG, Santos R, Noblat ACB, Badaró R. Validation of criteria for nosocomial use of amikacin in Brazil with the Delphi technique. Braz J Infect Dis. 2006; 10: 173-8.
Citation: DESLANDES, Suely Ferreira et al. Use of the Nominal Group Technique and the Delphi Method to draw up evaluation indicators for strategies to deal with violence against children and adolescents in Brazil. Rev. bras. Saúde Matern. Infant., Recife, v. 10, p. S-29-S37, nov. 2010. Suplemento 1.
ISSN: 1806-9304
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - Artigos de Periódicos
IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Use of the Nominal Group Technique and.pdf185.22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.