Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25116
Title: HIV e prevençãouma aproximação etnográfica à prática do residente médico no IPEC (2013/2014)
Advisor: Grinsztejn, Beatriz Gilda Jegerhorn
Guimarães, Maria Regina Cotrim
Authors: Alves, Carla Almeida
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O cenário da prevenção da infecção por HIV, hoje, é marcado pela discussão e implementação de diversas tecnologias, sendo algumas relacionadas ao uso de antirretrovirais. A orientação e a disponibilização dessas tecnologias dependem, em grande parte, do protagonismo médico. Pretende-se, neste trabalho, entender as percepções, conhecimentos e práticas dos médicos residentes em infectologia do serviço especializado do IPEC-FIOCRUZ sobre as estratégias de prevenção da infecção pelo HIV. Para isso, a etnografia foi a metodologia de aproximação com os residentes do IPEC, através da observação participante e entrevistas. O conhecimento sobre as alternativas de prevenção da infecção por HIV por parte dos residentes se mostrou pouco consistente e sua prática revelou-se basicamente prescritiva. A tradição de um modelo de formação médica que organiza seus saberes-fazeres de modo fragmentado, que não privilegia o profissional pensante nem sua responsabilidade social evidenciam o pouco preparo desses jovens residentes em infectologia. A maneira objetiva de cuidar, voltada para o diagnóstico e tratamento de doenças, é resultado da forma acrítica com que se trata o conhecimento científico, da ausência de uma reflexão política da sociedade e de um juízo filosófico
Abstract: Today, the setting of HIV prevention is marked by the discussion and implementation of different technologies, some related to antiretroviral drugs. The orientation and the availability of these technologies depend on the medical role. This work intends to understand the perceptions, knowledge and practices related to strategies to prevent HIV infection by the residents in a specialized centre of infectious diseases, IPEC-FIOCRUZ. So, ethnography was the approach methodology, using participant observation and interviews with the residents. The knowledge of the residents about the options of HIV infection prevention proved inconsistent, and their practice, largely prescriptive. The tradition of a medical training model that organizes its knowledge and practice on a piecemeal way, and does not favour the reflection of the professional or social responsibility, points out to little skills among these young residents. The objective way to care, focused on the diagnosis and treatment of diseases, is a result of the uncritical way by which scientific knowledge is constructed, of the lack of a political reflection of society and of a philosophical judgment
keywords: HIV
Tecnologia Biomédica
Internato e Residência
Antropologia Cultural
Issue Date: 2015
Citation: ALVES, Carla Almeida. HIV e prevençãouma aproximação etnográfica à prática do residente médico no IPEC (2013/2014). 2015. 127 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas)-Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Rio de Janeiro, 2015.
Date of defense: 2015
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
carla_alves_ini_mest_2015.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.