Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30524
Title: Talidomida no Brasil: vigilância com responsabilidade compartilhada?
Other Titles: Thalidomide in Brazil: monitoring with shared responsibility?
Authors: Oliveira, Maria Auxiliadora
Bermudez, Jorge Antônio Zepeda
Souza, Arthur Custódio Moreira de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Núcleo de Assistência Farmacêutica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Núcleo de Assistência Farmacêutica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Este trabalho analisa questões relacionadas ao processo de regulação e uso racional da talidomida no Brasil, mediante abordagem histórica, que percorre três momentos distintos. O primeiro segmento é composto por um rastreamento dos caminhos percorridos por esse polêmico medicamento, desde a fase inicial de sua síntese, mercadização e banimento, ocorridos na década de 50 e início dos anos 60, até os dias atuais, quando se encontra em curso um processo, aparentemente irreversível, de reabilitação da droga. Em seguida, relata-se a experiência brasileira com o uso da talidomida, enfatizando o trabalho desenvolvido pela ABPST e pelo Morhan nos campos jurídico, político e institucional. São apresentados e analisados os resultados de uma pesquisa de busca ativa dos casos, que compõem a chamada segunda geração dos portadores da síndrome da talidomida no Brasil. Finalizando, à luz das evidências clínicas e científicas da eficácia terapêutica da talidomida, do crescimento de movimentos sociais a favor e contra a liberação do uso da mesma e da proposta de regulamentação restritiva do Ministério da Saúde, discutem-se aspectos relacionados à implementação da política de regulação e uso racional da talidomida no Brasil.
Abstract: This paper discusses issues related to the regulation and rational use of thalidomide in Brazil, by means of a historical approach comprising three different stages. The first part is a historical review of the controversial drug since it was first synthesized, then marketed and subsequently banned during the 1950s and 60s, until the present, when an apparently irreversible process of rehabilitating the drug is under way. Brazilian experience with the use of thalidomide is described, emphasizing legal, political, and institutional work led by two social movements, the Brazilian Association of People with Thalidomide Syndrome (ABPST) and the Movement for Reintegration of People with Hansen's Disease (Morhan). The article describes the results and analyzes an active search of new cases in what is a second generation of thalidomide syndrome in Brazil. Finally, based on clinical and scientific evidence of thalidomide's therapeutic efficacy, the growth of social movements struggling both for and against authorization of the drug, and a restrictive regulation proposed by the Ministry of Health, the article discusses the implementation of policies for the regulation and rational use of thalidomide in Brazil.
Keywords: Thalidomide
Drug Regulation
Drug Legislation
keywords: Talidomida
Regulação de Medicamentos
Legislação de Medicamentos
DeCS: Talidomida
Legislação de Medicamentos
Issue Date: 1999
Publisher: ENSP/Fiocruz
Citation: OLIVEIRA, Maria Auxiliadora; BERMUDEZ, Jorge Antônio Zepeda; SOUZA, Arthur Custódio Moreira de. Talidomida no Brasil: vigilância com responsabilidade compartilhada? Cad. Saúde Pública, v.15, n.1, p.99-112, 1999
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1999000100011
ISSN: 0102-311X
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TalidomidaBrasil.pdf87.72 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.