Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3392
Title: Nutrição e crescimento do recém-nascido de muito baixo peso: um desafio para a prática perinatal
Advisor: Moreira, Maria Elizabeth Lopes
Authors: Vieira, Alan Araújo
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: O objetivo desta tese investigar os fatores que afetam a evolução do estado nutricional e do crescimento pós-natal de RNs de muito baixo peso, tendo sido avaliados para tal fim as variáveis clínicas que poderiam interferir no estado nutricional,as necessidades calóricas e o valor nutricional do leite humano oferecido aos RNs menores que 1500g nascidos no IFF. A 1ª linha de pesquisa foi investigar fatores que influenciavam o crescimento e o estado nutricional de RNs de muito baixo peso à idade corrigida de um ano. Por meio de estudo tipo coorte, foram analisados os dados referentes aos RNs com peso de nascimento menor que 1500g nascidos no IFF de jan.2000 a dez.2003, os dados referentes a uma coorte realizada em hospitais do Município do Rio de Janeiro em 2000. A 2ª investigou a implementação da técnica de calorimetria indireta nos RNs internados no IFF e permitiu a determinação das necessidades calóricas específicas destes RNs. A 3ª realizou a calibração de um aparelho de espectrofotometria infravermelha para análise dos macronutrientes em leite humano e avaliou a qualidade do leite humano ofertado aos RNs de muito baixo peso. Foi constatada a variação nas concentrações dos macronutrientes nele contidos após cada processo ao qual é submetido antes de sua oferta e propiciou, a complementação de estudos para a avaliação do conteúdo energético do leite humano com o uso da técnica do crematório. Conclui-se que o principal determinante da evolução do peso até um ano de idade corrigida foi o tempo necessário à recuperação do peso de nascimento e a adequação peso de nascimento/idade gestacional.Os RNs classificados como adequados para a idade gestacional apresentaram maior suscetibilidade à presença de doenças na evolução de seu peso.As necessidades calóricas dos RNs foram semelhantes às encontradas em outros estudos relatados na literatura. A diminuição do tempo empregado para a medida do consumo de oxigênio e para a produção de gás carbônico não interferiu na avaliação do gasto metabólico basal.A posição na qual o RN foi mantido durante as medições não interferiu no seu gasto metabólico basal.O conteúdo calórico do leite pasteurizado oferecido aos RNs no IFF foi inferior ao determinado como ideal pela American Academy of Pediatrics. A pasteurização gera diminuição das concentrações de gordura e de proteína.A administração do leite humano por infusão contínua aumenta as perdas dos nutrientes, principalmente da gordura.
DeCS: Nutrição em Saúde Pública
Recém-Nascido de muito Baixo Peso
Fatores de Risco
Leite Humano
Issue Date: 2005
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: VIEIRA, Alan Araújo. Nutrição e crescimento do recém-nascido de muito baixo peso: um desafio para a prática perinatal. 2005. 159 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2005.
Date of defense: 2005-06
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000062.pdf437.6 kBAdobe PDFThumbnail
    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.