Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/35503
Title: Detecção do RNA do vírus da hepatite C(VHC) na saliva de pacientes cronicamente infectados pelo VHC
Advisor: Reis, Mitermayer Galvão dos
Members of the board: Santana, Edmar José Borges de
Silva, Luciana Rodrigues
Cotrim, Helma Pinchemel
Ferreira Filho, Raymundo Paraná
Reis, Mitermayer Galvão dos
Authors: Kusterer, Liliane Elze Falcão Lins
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: A pesquisa do vírus da hepatite C (VHC) em outros fluidos corporais que não o sangue torna-se de grande importância na avaliação das vias de transmissão nãoparenterais e pode representar uma alternativa mais simples e econômica para a detecção. Pesquisas soro-epidemiológicas indicam que a saliva pode ser uma potencial via de infecção e que o risco desta têm aumentado entre cirurgiões-dentistas, embora a origem do VHC na saliva ainda não esteja bem definida. O propósito do presente estudo é verificar se a saliva pode ser utilizada como amostra para detecção e genotipagem do VHC em substituição ao soro. O estudo realizado através da avaliação de amostras de 50 pacientes com infecção por VHC virgem de tratamento e de 25 pacientes com Doença Parenquimatosa Crônica do Fígado (DPCF), excluindo o VHC, atendidos no Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia da HUPES/UFBA no período de janeiro e dezembro de 2002 em Salvador, Bahia. Os seguintes dados foram coletados: idade, gênero, fatores de risco para o VHC, dados de saúde bucal e determinação da carga viral. Exames intra e extrabucais foram realizados. A presença de dentes e cáries visíveis foram registrados e o estado de saúde periodontal foi avaliado. A detecção do VHC foi analisada em relação as variáveis analíticas, clínicas e demográficas através do programa EPI-INFO 6, sendo p < 0.05 estatisticamente significante. O VHC foi detectado por nested PCR em 100% das amostras de soro e saliva. Nenhuma das amostras de saliva do grupo controle foi positivas para o RNA do VHC. Nenhuma correlação entre presença viral né saliva e doença periodontal ou outra patologia foi observada. Não houve relação de significância estatística entre a carga viral sanguínea e a detecção do VHC na saliva. Não foram observadas diferenças entre os genótipos no soro e saliva. Os resultados do presente estudo sugerem que o RNA do VHC se encontre presente na saliva de pacientes infectados independente da carga viral sanguínea e patologia bucal. Estes achados sugerem que testes aplicados à saliva podem se utilizados em pesquisas epidemiológicas de difícil coleta sanguínea e em áreas de difícil alcance.
Abstract: The search of hepatitis C virus (HCV) in body fluids other than blood is of importance to evaluate possible nonparenteral routes of transmission and can represent a simple and an economical alternative to detect the HCV. Seroepidemiological surveys indicate that saliva may be a potential source of infection and dentists are at a substantially increased risk, although the source of HCV in saliva has not been defined yet. Objective; The aim of this work is verify if saliva can be used as a available sample to detect and genotype the HCV, substituting serum Materials and methods: The study included 50 patients with HCV infection who were not undergoing anti-viral treatment and 25 patients with chronic liver diseases excluding virus C from the Gastroenterology and Hepathology Service of the HUPES/UFBA between January and December of 2002 in Salvador, Bahia. The following data were recorded: age, sex, identified risk factor for HCV, dental care data and viral load was determined. Both extra-oral and intra-oral examinations were conducted. Teeth present and visible caries were recorded and periodontal condition was measured. The presence of HCV was examined in relation to the demographical, clinical and analytical variables using EPI- INFO 6 program and significance was considered at the p<0.05 level. Results: HCV was detected by nested PCR in 100% of the serum and saliva samples. None of the serum and saliva samples from control group was positive for HCV RNA. No correlation was found between HCV presence in saliva and periodontal disease or other oral pathology. There was no statistically significant relation between plasma viral load and saliva HCV detection. Also, there was no difference between genotype in saliva and serum. Conclusion: The result of this study suggests that HCV RNA is present in saliva of HCV infected patients independent of the viral load and oral pathology. These finds suggests that tests on saliva can be useful in epidemiological surveys when blood collection is hard and in populations that are difficult to reach.
Keywords: Hepatitis C
Saliva
Pathology Oral
keywords: Hepatite C
Saliva
Patologia bucal
Issue Date: 2004
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: KUSTERER, Liliane Elze Falcão Lins. Detecção do RNA do vírus da hepatite C(VHC) na saliva de pacientes cronicamente infectados pelo VHC. 2004. 91 f. Tese (Doutorado em Patologia) - Universidade Federal da Bahia; Centro de Pesquisas Goncalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2004.
Date of defense: 2004
Place of defense: Salvador/BA
Department: Coordenação de Ensino
Defense institution: Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Goncalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Liliane Elze Falcao Lins Kusterer Detecção...2004.pdf31.21 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.