Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/35705
Title: Avaliação da atividade antialérgica e toxicidade da pele de espécies de peixes-porco empregados na medicina tradicional brasileira por populações caiçaras
Advisor: Amendoeira, Fábio Coelho
Members of the board: Nogueira, Ana Cristina Martins de Almeida
Barbi, Nancy dos Santos
Calheiros, Andrea Surrage
Amendoeira, Fábio Coelho
Ferraris, Fausto Klabund
Authors: Muylaert, Flavia Fontenelle
Coadvisor: Ferrais, Fausto Klabund
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Na sociedade moderna, o uso de animais na medicina tradicional destaca-se como uma importante alternativa entre terapias mundialmente praticadas e tem despertado o interesse da comunidade científica. Atualmente, das 252 substâncias químicas essenciais selecionadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente, 10% são de origem animal. Embora esses usos sejam amplamente disseminados em algumas regiões do Brasil, esse tema tem sido pouco estudado quando comparado às plantas medicinais. No intuito de agregar conhecimento científico à cultura popular, confirmar ação terapêutica e investigar sobre a segurança do uso de peixes para fins medicinais, principalmente os provenientes das regiões costeiras do Brasil, o presente trabalho avaliou a toxicidade e a atividade moduladora da resposta inflamatória alérgica do pulverizado da pele dos peixes Aluterus monoceros (AM) e Stephanolepis hispidus (SH), tetraodontiformes da familia Monacanthidae, popularmente conhecidos como peixes-porco, aos quais as populações pesqueiras atribuem propriedades farmacológicas amenizadoras dos sintomas da asma. A atividade biológica dos pulverizados foi avaliada por meio de modelos experimentais in vivo de pleurisia alérgica e no modelo experimental de inflamação pulmonar alérgica em camundongos da linhagem BALB/ c. Os resultados mostraram uma contenção do infiltrado de leucócitos totais em torno de 40% com redução eosinofílica em torno de 50% nos lavados plerurais e broncoalveolares. Houve, aditivamente, redução dos teores de CCL11 e CCL5 nos lavados pleurais e depleção em torno de 45% de eosinófílos presentes no sangue periférico dos animais do modelo de inflamação pulmonar, sugerindo ação sobre esse grupo celular. Por meio do modelo de edema de pata, verificou-se atividade inibidora de até 67% de mediadores solúveis como a histamina. Na tentativa de elucidar algum mecanismo de ação, foi feita a hidrólise enzimática com papaína. Os pulverizados e produtos obtidos da reação enzimática foram utilizados in vitro, em cultura de macrófagos murinos J774-A1 e em linhagem basofílica RBL-2H3, mostrando potencial redutor da produção de óxido nítrico (NO) em linhagem de macrófagos. A toxicidade da ingestão das peles dos peixes-porco foi avaliada por meio do protocolo da OECD 420 e o acompanhamento dos animais que ingeriram o pó das peles dos peixes AM e SH não mostrou indícios de toxicidade. Diante desses resultados, podemos estimar atividade anti-inflamatória decorrente do uso da pele de peixes-porco, no entanto, mais estudos são necessários para a compreensão dos mecanismos de ação envolvidos na atividade deste produto.
Abstract: In modern society, traditional medicine with animals appears as an important alternative among therapies worldwide and stimulates the scientific community interest. Currently, of the 252 essential chemicals selected by the World Health Organization, about 10% are made with animals. Although traditional medicine with animals is widely disseminated in some regions of Brazil, this theme has been less studied than medicinal plants. In order to add scientific knowledge to popular culture, to confirm therapeutic action and to investigate the safety of the fish’s use for medicinal purposes, especially those from coastal regions of Brazil, this study evaluated the toxicity and the modulatory activity on allergic inflammatory response of the skin powders from fishes Aluterus monoceros (AM) and Stephanolepis hispidus (SH), filefishes from Monacanthidae family, popularly known as planehead filefish and leatherjacket filefish, which the fishing people attribute pharmacological properties mitigating asthma symptoms. The powders biological activity was to evaluate through experimental models in vivo of allergic pleurisy and allergic lung inflammation with Balb/ c mice.Our results showthe restriction of total leucocytes infiltration among 40% with eosinophilicreduction among 50% in pleural and bronchoalveolar washes.There was,in addition, a reduction of CCL11 and CCL5 content in pleural washes, and there was eosinophil depletion around 45% in peripheral blood of lung inflammation model, suggesting an action over this cellular group. By paw edema model was verified the inhibitory effect up to 67% of soluble mediators like histamine. Trying to elucidate possible action mechanisms, an enzimatic hidrolysis with papain was made. The powder and products from hydrolysis were evaluate in vitro in J774-A1 murine macrophages culture and in RBL-2H3 basophilic lineage culture, showing reduction power of nitric oxide (NO) production in macrophage lineage. The toxicity to filefish’s skins was evaluated through OECD 420 oral acute toxicity protocol and the accompaniment of animals those receive AM and SH skins powders, didn’t show any signs of toxicity. Considering these results, we can estimate an anti-inflammatory effect due the use of filefish’s skins however, more studies are necessary to understand the action mechanisms involved on the activity of this product.
Keywords: Filefish
Asthma
Allergic Lung Inflammation
Acute Oral Toxicity
keywords: Peixe-Porco
Asma
Inflamação Pulmonar Alérgica
Toxicidade Oral Aguda
DeCS: Tetraodontiformes
Pneumonia
Issue Date: 2018
Citation: MUYLAERT, F. F. Avaliação da atividade antialérgica e toxicidade da pele de espécies de peixes-porco empregados na medicina tradicional brasileira por populações caiçaras. 2018. 114 f. Tese (Doutorado em Vigilância Sanitária)-Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018-02-28
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Coordenação de Pós Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Flávia_Fontenelle_Muylaert.pdf30.71 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.