Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4668
Title: A evolução da mortalidade materna no município do Rio de Janeiro de 1960-1990
Other Titles: Trends of maternal mortality in the municipality of Rio de Janeiro in the period 1960-1990
Advisor: Giffin, Karen
Duchiade, Milena Piraccini
Authors: Silva, Katia Silveira da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O objetivo deste trabalho foi analisar a tendência e o perfil epidemiológico da mortalidade materna no município do Rio de janeiro e nas suas áreas de planejamento no período de 1960 a 1990 e subsidiar o planejamento de ações de assistência a saúde reprodutiva feminina. As fontes de dados foram as publicações e listagens da Secretaria de Estado de Saúde no período de 1960-1978 e o Sistema de Informação de Mortalidade do Ministério de Saúde, de 1979 em diante. Os dados sobre nascidos vivos procedem dos Anuários estatísticos e das estatísticas do Registros Civil do IBGE. As analises foram realizadas agrupando-se os dados em períodos quinquenais. Resultado Destaca-se a queda de 70% da mortalidade materna que passou de 180,14 para 52,41 óbitos maternos por 100.000 nascidos vivos(nv), considerando todo o período de 30 anos. Nossas taxas de mortalidade mesmo sem correção da subnotificação e do subregistro, encontram-se em patamares semelhantes aos dos países desenvolvido nas década de 50/60. Observou-se também uma mudança no perfil de causas. No início da década de 60,as hemorragias que ocupavam o primeiro lugar, hoje correspondem a terceira causa mais frequente. Atualmente, a principal causa de morte materna é a toxemia, seguida das complicações puerperais. Ao desagregarmos as taxas do município por áreas de residência, a Área de Planejamento 2 (AP2), de maior poder aquisitivo, apresentou a menor taxa média do período, 60,34 óbitos maternos por 100.000 nv. A maior taxa foi registrada na AP1 , que reúne as regiões administrativas do Centro e área Portuária e deve-se provavelmente a invasão de óbitos de outras regiões e municípios. Notou-se ainda uma maior mortalidade nas faixas etárias extremas. Discutiu-se também o impacto da queda da fecundidade na mortalidade materna.
Abstract: The objective of this study was to analyze trends and epidemiological profile of maternal mortality in the municipality of Rio de Janeiro and sub-areas in the period 1960-1990 and contribute to planning the assistance to women's reproductive health. Data sources were the publications and list of the Secretary of State for Health in the period 1960-1978 and the Mortality Data System of the Ministry of Health, from 1979 onwards. Live births data were from the Annual Report of Statistics and Civil records of IBGE. Analyses were performed by grouping the data into five-year periods. Results The study highlights the decline of 70% of maternal mortality, which increased from 180.14 to 52.41 deaths per 100,000 live births (lb), considering the whole period of 30 years. Our mortality rates, even without correction of underreporting, are similar to developed countries in the decade of 50/60. We also noticed a change in the profile of causes. In the early 60's, hemorrhage that occupied the first cause, now represent the third most frequent cause. Currently, the leading cause of maternal death is toxemia, followed by puerperal complications. When we analyzed rates by area of residence, Planning Area 2 (AP2), that had the highest social- economic level, had the lowest mean mortality rate for the period, 60.34 deaths per 100,000 live births. The highest rate was observed in AP1, corresponding to the administrative regions of Central and Harbour area and is happened probably due to invasion of deaths from other regions and municipalities. It was noted a higher mortality even in extreme ages. It was also discussed the fertility impact in maternal mortality reduction.
Keywords: Mortalidade materna
Tendência
Complicações da gravidez
Fecundidade
Saúde reprodutiva
Keywords: Maternal mortality
Trends
Pregnancy complications
Fertility
Reproductive health
keywords: Mortalidade Materna
Complicações na Gravidez
Tendência
Fecundidade
Saúde reprodutiva
DeCS: Mortalidade materna
Saúde da mulher
Issue Date: 1994
Citation: Rio de Janeiro s.n 1994 117p bGráficos
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ENSP_Dissertação_Silva_ Katia Silveira da.pdf1.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.