Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/5212
Title: A migração em um novo contexto sócio cultural: o provisório permanente
Other Titles: The migration in a new partner-cultural context
Advisor: Amarante, Paulo Duarte de Carvalho
Authors: Vianna, Eliane Chaves
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Aborda o fenômeno da migraçäo interna, ocorrida em direçäo a regiäo Norte do Brasil, como um exemplo do novo fluxo migratório detectado no Censo de 1991, ou seja, a procura de cidades menores e/ou periféricas (Bremeker, 1997). Enfocamos a mudança como processo obrigatório na vida do migrante, entendida e percebida como algo näo restrito à transferência geográfica apenas, mas à modificaçäo de hábitos, costumes, pressupostos e cultura, e suas consequências para o seu adoecimento ou sofrimento, sendo necessária a elaboraçäo de novos mecanismos para suportarem tantas transformaçöes e faltas. Utiliza-se para retratar as dificuldades do novo contexto do migrante, a Metáfora Provisório-Permanente, construída a partir da literatura especializada (Ferreira, 1996; Menezes, 1976; Piore, 1979; Rebello, 1997; Sales, 1991), que ressalta as intençöes de retorno do migrante à sua origem, expressas desde sua partida, bem como do próprio contexto da cidade escolhida para esta investigaçäo, Boa Vista-RR. Visa justificar e explicar os interesses pelo tema da migraçao e as peculiaridades da cidade a ser investigada. Como sujeito da pesquisa foi eleito o profissional de saúde de nível superior, residente na cidade de Boa Vista, oriundo das regiöes Sul e Sudeste do Brasil, e como local de invetigaçäo o Hospital Geral de Roraima (HGR). O tratamento do material coletado foi baseado na análise indiciária de fontes orais proposta por Ginzburg (1991), visto se tratar de uma pesquisa qualitativa. Como conclusöes observou-se: a "nordestificaçäo" da migraçäo como fator preponderante para a sua representaçäo e a entrega total ao trabalho, como mecanismo usado para amenizar o sofrimento e as faltas advindas da mudança de contexto sociocultural. No entanto, tais reelaboraçöes se dariam a partir do background cultural do sujeito. Assim, confirmou-se o pressuposto de que a cultura, interferiria na forma de representar e explicar a vivência migrante.
keywords: Migração Interna
Issue Date: 1999
Citation: Rio de Janeiro s.n 1999 103p x
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
126.pdf537.97 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.