Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/12335
Title: Comparação entre conjugados in house e comerciais pela técnica de rápida inibição de focos fluorescentes (RFFIT) na avaliação de anticorpos antirrábicos
Other Titles: Comparison of in house and commercial conjugates by rapid fluorescent focus inhibition test (RFFIT) in rabies antibodies evaluation
Authors: Moreira, Wildeberg Cál
Moura, Wlamir Corrêa de
Silva, Marlon Vicente da
Marcovistz, Rugimar
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Criação de Animais de Laboratório. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Departamento de Imunologia. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A raiva é uma zoonose letal transmitida ao homem pela inoculação do vírus rábico, principalmente pela mordedura de animais infectados. Em 2005, o Ministério da Saúde brasileiro gastou cerca de R$66 milhões com ações de vigilância epidemiológica, empregados em campanhas de vacinação e na aquisição de imunobiológicos. O controle sorológico é exigência básica para a correta avaliação da pessoa vacinada. Neste trabalho, 91 soros de 34 indivíduos foram submetidos à titulação de anticorpos pela técnica de rápida inibição de focos fluorescentes, adaptada a microplacas de 96 poços, para comparar um conjugado produzido in house com outro comercial. Do total, 74 soros (82,2%) apresentaram título ≥0,5UI/mL e 12 soros (13,33%), título <0,5UI/mL. Estes resultados mostram que a rápida inibição de focos fluorescentes utilizando o conjugado produzido in house foi tão sensível quanto com o conjugado comercial. As diferenças entre os conjugados não foram significativas e os títulos de anticorpos apresentaram elevada correlação (r=0,94).
Abstract: Rabies is a lethal zoonosis that may be transmitted to man through virus inoculation, mainly by the bite of infected animals. In 2005, the Brazilian Ministry of Health spent about R$ 66 millions in epidemiological surveillance actions, in order to carry out vaccination campaigns and acquisition of immunobiologicals. The serological evaluation is the basic requirement for surveillance of individuals vaccinated. Ninety one sera, from 34 vaccinees, were selected to evaluate the antibody titration by rapid fluorescent focus inhibition test adapted to 96-well microplates, to compare an in house produced conjugate and a commercial one. Seventy four sera (82.2%) had titers of ≥0.5 IU/mL and 12 sera (13.3%) had titers of <0.5 IU/mL. Theses results showed that the rapid fluorescent focus inhibition test using the in house conjugate was as sensitive as the commercial one. The difference between the results using both conjugates was not significant; the antibody titers were highly correlated (r=0.94).
Keywords: Rabies Virus
Serological Tests
Rapid Fluorescent Focus Inhibition Test
Anti-rabies Conjugate
keywords: Vírus da Raiva
Testes Sorológicos
Rápida Inibição de Focos Fluorescentes
Conjugado Antirrábico
DeCS: Vírus da Raiva
Testes Sorológicos
Microscopia de Fluorescência
Vacinas Antirrábicas
Issue Date: 2010
Publisher: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública
Citation: MOREIRA, W. C. et al. Comparação entre conjugados in house e comerciais pela técnica de rápida inibição de focos fluorescentes (RFFIT) na avaliação de anticorpos antirrábicos. Rev. Patol. Trop., Goiânia, v. 39, n. 3, p. 163-172, 2010.
DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rpt.v39i3.12207
ISSN: 0301-0406
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rev_Pat_Trop_39_163-172.pdf625.36 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.