Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/32030
Title: A educação permanente em saúde como estratégia de transformação das práticas em um centro de reabilitação
Advisor: Fonseca, Angélica Ferreira
Members of the board: Fonseca, Angélica Ferreira
Lopes, Marcia Cavalcanti Raposo
Santos, Neuci Cunha dos
Authors: Camargo, Raquel Arévalo de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: No mundo do trabalho, o trabalhador ora aparece como recurso humano que necessita ser gerido, ora como um instrumento de gestão com grande capacidade de interferir nas relações de trabalho e na qualidade dos serviços de saúde, como postula a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS). O presente estudo tem por objetivo analisar o desenvolvimento das ações da Comissão de Educação Permanente em Saúde (CEPS) do Centro Integral de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cridac), entendida como ferramenta de transformação do processo de trabalho. Objetiva-se nesta pesquisa descrever e discutir o processo de sua implantação; caracterizar a dinâmica da estrutura e de atuação; e identificar a percepção dos sujeitos diretamente implicados no trabalho da CEPS no que diz respeito às melhorias obtidas na qualidade da atenção e do processo de trabalho. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que adota como método o estudo de caso. As técnicas de investigação são as pesquisas bibliográfica e documental, bem como as entrevistas. Os sujeitos das entrevistas são os trabalhadores diretamente envolvidos com a comissão. Entre os resultados destacam-se: a desmotivação inicial dos trabalhadores, fator que a princípio foi uma grande dificuldade para instituir a comissão, reverteu-se em alavanca para a sua efetivação; a despeito do papel fundamental de uma servidora específica na criação da comissão, viu-se que sua organização e seu funcionamento estão fortemente ligados à mobilização e à participação coletiva dos trabalhadores do Cridac, unido ao apoio da direção da unidade. Estes sujeitos –diante de uma estrutura física que em parte reflete a desvalorização de seus serviços e deles enquanto trabalhadores do SUS – conseguem, em certa medida, identificar possibilidades de uma prática diferente. O estudo nos permite afirmar que mesmo que o trabalhador da saúde seja o ator principal para a sustentação de políticas de saúde, ele não pode ser o único responsabilizado pelo desenvolvimento das ações de um sistema complexo como o SUS, que responde a uma política social inserida em uma estrutura social, política e econômica conflitosa e contraditória.
Abstract: In the world of work, the worker now appears as a human resource that needs to be managed, or as a management tool with a great capacity to interfere in the work relations and in the quality of health services, as postulated by the National Policy of Permanent Education in Health (PNEPS). The objective of this study was to analyze the development of the actions of the Permanent Health Education Commission (CEPS) of the Integral Center for Rehabilitation Dom Aquino Corrêa (Cridac), understood as a tool for transforming the work process. It was intended to describe and discuss the process of its implementation; characterize the structure and performance dynamics; and identify the perception of the individuals directly involved in the work of CEPS, regarding the improvements obtained in the quality of care and work process. This is a qualitative research that has adopted the case study method. The research techniques were the bibliographical research, documentary and the interviews. The interview subjects were the workers directly involved with the commission. Among the results are: the initial demotivation of the workers, a factor that at first was a great difficulty to institute the commission, was reversed in leverage for its effectiveness; despite the fundamental role of a specific servant in the creation of the commission, it was seen that its organization and functioning is strongly linked to the mobilization and collective participation of the Cridac workers, together with the support of the unit's leadership. These subjects, even in the face of a physical structure that partly reflects the devaluation of their services and of them as SUS workers, to some extent, identify possibilities of a different practice. The study allows us to affirm that even if the health worker is the main actor for sustaining health policies, he can not be the only one responsible for the development of the actions of a complex system like the SUS, which responds to a social policy inserted in a conflicting and contradictory social, political and economic structure.
Keywords: Permanent Education in Health
Health Work Management
Professional Qualification
keywords: Educação Permanente em Saúde
Gestão do Trabalho em Saúde
Qualificação Profissional
DeCS: Educação Continuada
Gerenciamento da Prática Profissional
Administração de Recursos Humanos em Saúde
Credenciamento
Issue Date: 2018
Publisher: EPSJV
Citation: CAMARGO, Raquel Arévalo de. A educação permanente em saúde como estratégia de transformação das práticas em um centro de reabilitação. 2018, 106 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Profissional em Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018-10-30
Place of defense: Rio de Janeiro, RJ
Department: Coordenação de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:EPSJV - PPGEPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Raquel Arévalo de Camargo.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.