Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/32615
Title: Avaliação do controle externo da qualidade nos laboratórios clínicos do Estado do Rio de Janeiro de 2006 a 2008
Advisor: Marin, Victor Augustus
Members of the board: Miyazaki, Neide H. T.
Tancredi, Rinaldini
Böller, Maria Aparecida A
Authors: Caamaño Chaves, Josefa Sieira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O Controle Externo da Qualidade (CEQ) é uma ferramenta para a garantia da qualidade das análises laboratoriais, auxilia o laboratório a avaliar a eficiência da fase analítica de seus processos. Um resultado errôneo de uma análise prejudica a conclusão do diagnóstico de uma enfermidade e a indicação tratamento adequado a ser tomado. As inspeções sanitárias em laboratórios clínicos (LC) no Estado do Rio de Janeiro são feitas baseadas no roteiro de inspeção sanitária publicado pela Portaria SES/CVS 743, de 28 de junho de 2006. No presente estudo, foi avaliada a distribuição percentual dos resultados das inspeções sanitárias realizadas em laboratórios clínicos no Estado do Rio de Janeiro de 2006 a 2008, cadastrados na Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil (SESDEC), relacionando o número de laboratórios clínicos que não atendem as exigências sanitárias, quesito: Controle Externo da Qualidade (CEQ), relacionando a natureza e iniciativa destes estabelecimentos. Tal avaliação nos permitiu chegar a alguns resultados importantes: Em 2006, os respectivos percentuais de laboratórios clínicos, de acordo com sua natureza e que não possuíam CEQ eram de: 74% de laboratórios clínicos situados em hospitais públicos; 37% de laboratórios clínicos situados em hospitais privados e 19%. laboratórios clínicos extra-hospitalares. Em 2007, os respectivos percentuais de laboratórios clínicos, de acordo com sua natureza e que não possuíam CEQ eram de: 76% de laboratórios clínicos situados em hospitais públicos; 28% laboratórios clínicos situados em hospitais privados e 23% laboratórios clínicos extra- hospitalares. Em 2008, os respectivos percentuais de laboratórios clínicos, de acordo com sua natureza e que não possuíam CEQ eram de 46% de laboratórios clínicos situados em hospitais públicos; 34% de laboratórios clínicos situados em hospitais privados e 26%.de laboratórios clínicos extra-hospitalares. Ao longo do período analisado, principalmente em relação aos laboratórios clínicos situados no interior de hospitais públicos, houve um aumento dos que passaram a possuir CEQ de 26% para 54%; sendo que o percentual de laboratórios clínicos situados em hospitais privados que não possuíam CEQ aumentaram para 34% e os laboratórios clínicos extra-hospitalares que não possuíam CEQ aumentaram para 26%. Seguramente, a RDC 302, de 13 de outubro de 2005 é um avanço na regulamentação de laboratórios clínicos no Brasil, contudo, o esforço para a adequação destes estabelecimentos está apenas começando. A garantia da qualidade dos serviços prestados somente ocorrerá com a implementação de estratégias de Gestão e adequação na íntegra à legislação sanitária vigente.
Abstract: The External Quality Control (EQC) or External Quality Assessment (EQA) - Proficiency Testing, is an important tool for the quality assurance of laboratory tests, assisting the laboratory to evaluate the efficiency of the analytical phase of its processes. An erroneous result of an analysis affects the conclusion of the diagnosis of a disease as well as the indication of treatment to be taken. Health inspections in Clinical Laboratories (CL) in the State of Rio de Janeiro are made based on a sanitary inspection procedure issued by Directive SES / CVS 743, June 2006 and other current legislation. In this study, we evaluate the percentage distribution of the results of health inspections conducted in CL in the State of Rio de Janeiro from 2006 to 2008, registered at SESDEC, relating the number of CL that do not meet health requirements (they lack EQA) and the nature and initiative of these establishments. This assessment allowed us to reach some important results: In 2006, the respective percentages of Clinical Laboratories / nature was the following : CL located in public hospitals which had no EQA - 74%; CL located in private hospitals that lacked EQC - 37% and outside hospital CL that lacked EQA - 19%. In 2007, the respective percentages of Clinical Laboratories / nature was as follows: CL located in public hospitals which had no EQA - 76%; CL located in private hospitals that lacked EQA - 28% and outside hospital CL that lacked EQA - 23%. In 2008, the respective percentages of Clinical Laboratories / nature was the following : CL located in public hospitals which had no EQA 46%; %; CL located in private hospitals that lacked EQC - 34% and outside hospital CL that lacked EQA - 26%. During the period under review, particularly at the CL located in public hospitals, there was an increase in those which raised the percentage of EQC from 26% to 54%, the percentage of CL located in private hospitals which did not have EQC increased up to 34% and outside hospitals CL that lacked EQC increased up to 26%. Surely, the RDC 302/ 2005 is a breakthrough in CL regulation in Brazil, however, the effort to the adequacy of these facilities is just beginning. Ensuring quality of services will only occur with the full implementation of management strategies and adjustment to the Brazilian sanitary legislation.
keywords: Controle Externo da Qualidade
Inspeção Sanitária em Laboratórios Clínicos
DeCS: Ensaio de proficiência laboratorial
Laboratórios
Inspeção sanitária
Controle de qualidade
Issue Date: 2010
Citation: CAAMAÑO CHAVES, Josefa Sieira. Avaliação do controle externo da qualidade nos laboratórios clínicos do Estado do Rio de Janeiro de 2006 a 2010. 2010. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Controle da Qualidade de Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária) - Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2010.
Date of defense: 2010
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Coordenação de Pós-Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Curso de Especialização em Controle da Qualidade de Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
35.pdf440.42 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.