Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33267
Title: Emoções e gênero: a resistência de alunas participantes do Programa de Vocação Científica na Fundação Oswaldo Cruz
Authors: SANTOS, Bruna Navarone
BRAGA, Cristiane Nogueira
SOUSA, Isabela Cabral Félix de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O Programa de Vocação Científica da Fundação Oswaldo Cruz (Provoc-Fiocruz) recebe jovens nos laboratórios de pesquisa da Fiocruz. Esta instituição é dedicada à saúde pública brasileira e os (as) incentiva a seguir carreiras científicas há trinta anos. Este programa de iniciação científica historicamente tem predominância feminina. Considerando que existem aprendizagens e profissões tradicionalmente caracterizadas como femininas e masculinas, investigamos se as emoções estão relacionadas a estereótipos de gênero nos relatos de alunos (as) do Provoc-Fiocruz sobre suas expectativas, experiências e escolhas acadêmicas e/ou profissionais. Foram revistas entrevistas semiestruturadas, realizadas em 2006, com oito moças e sete rapazes participantes da iniciação científica. Identificamos mais moças do que rapazes escolhendo seguir carreira em Medicina. Também se constatou restrição de algumas famílias apenas para as moças se engajarem em atividades acadêmicas. Diante deste contexto, percebemos que as alunas expressam resistência aos estereótipos de gênero desfavoráveis a sua participação em carreiras científicas.
Abstract: The Oswald Cruz Foundation Program (Provoc-Fiocruz) receives young people in Fiocruz research laboratories. This is an institution dedicated to Brazilian public health and for thirty years has motivated them to pursue scientific careers. Historically, this scientific initiation program has female predominance. Considering that there are learnings and careers considered typically female and others male, we investigate whether the emotions are related to gender stereotypes in Provoc-Fiocruz student's reports on their expectations, experiences and academic and/or professional choices. We reviewed semi-structured interviews, conducted in 2006, with eight girls and seven boys participating in the scientific initiation. We identified more girls than boys choosing to pursue a career in Medicine. It was also noticed restrictions of a few families only for girls to engage in academic activities. In this context, we can realize that girls express resistance regarding gender stereotypes unfavorable to girl’s participation in scientific careers.
Keywords: Emotions
Gender
Scientific Iniciation
High School
keywords: Emoções
Gênero
Iniciação Científica
Ensino Médio
DeCS: Identidade de Gênero
Emoções
Adolescente
Ensino Fundamental e Médio
Issue Date: 2017
Citation: SANTOS, Bruna Navarone; BRAGA, Cristiane Nogueira; SOUSA, Isabela Cabral Félix de. Emoções e gênero: a resistência de alunas participantes do Programa de Vocação Científica na Fundação Oswaldo Cruz. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL FAZENDO GÊNERO, 11., 2017, Florianópolis, SC. Anais [...]. Florianópolis: UFSC, 2017.
Copyright: open access
Appears in Collections:EPSJV - Trabalhos Apresentados em Eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017-Poster-Bruna-Navarone-Cristiane-Nogueira-Isabela-Cabral.pdf9.13 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.