Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6956
Title: Análise das percepções de professores e profissionais de saúde sobre práticas educativas em saúde: subsídios para a estratégia integrada de prevenção da dengue.
Other Titles: Analysis of didatic books, printed materials and Perceptions and practices of teachers and health professionals: subsidies for integrated strategy for prevention and control of dengue.
Advisor: Schall, Virgínia Torres
Members of the board: Araújo-Jorge, Tania Cremonini de
Martins, Isabel Gomes Rodrigues
Valle, Denise
Meirelles, Rosane Moreira Silva de
Guimarães, Maria Cristina Soares
Authors: Assis, Sheila Soares de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A dengue integra o conjunto de doenças negligenciadas, constituindo-se como um grave problema de saúde pública em todo o mundo, inclusive no Brasil. A abordagem dos aspectos relacionados ao processo saúde-doença é uma responsabilidade partilhada entre os serviços de saúde e os de educação. No ensino formal, os temas relacionados à saúde devem ser tratados de forma transversal. Entretanto, historicamente a responsabilidade da abordagem deste tema tem recaído sobre os componentes curriculares das disciplinas de ciências e de biologia. No cenário nacional, o estado do Rio de Janeiro possui grande representatividade por concentrar índices elevados da doença. O Estado possui a segunda região urbana mais populosa do país, a região metropolitana do Rio de Janeiro. Neste contexto, o município de Itaboraí tem se destacado pelo elevado número de casos notificados da doença nos últimos anos. Aliado a este fato, há expectativa de aumento demográfico na região para os próximos anos, requerendo a maximização das ações de educação em saúde, voltadas à prevenção da dengue, realizadas de forma integrada pelos serviços de saúde e educação. Neste sentido, o Programa Saúde na Escola (PSE) caracteriza-se como uma importante estratégia para estas ações se materializem. Assim, sob enfoque qualitativo, a pesquisa se propõe a analisar percepções expressas por professores de ciências e biologia e de profissionais de saúde, que atuam em uma localidade do município de Itaboraí (RJ), sobre as ações educativas executadas para auxílio à prevenção da dengue e os recursos pedagógicos (livros didáticos e materiais impressos) destinados a estas ações. Participaram do estudo 23 sujeitos, dentre os quais sete são professores de ciências e biologia e 16 profissionais de saúde. Os entrevistados integram instituições participantes do PSE. Estes foram entrevistados a partir de roteiros semiestruturados. Os dados foram tratados empregando-se a análise de conteúdo (BARDIN, 2009). O tema da dengue foi também analisado nos livros didáticos de ciências e biologia indicados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2008 e PNLD/2011) e Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio (PNLEM/2009) (n=40), respectivamente e nos materiais educativos/informativos impressos (n= 17) disponibilizados a estes profissionais no município de Itaboraí. Os resultados indicam que materiais impressos e livros didáticos, evidenciam incorreções científicas e inadequações no que se refere ao conteúdo, linguagem e ao contexto sociocultural da área de estudo. Além disso, verificou-se ausência de articulação entre ambos os setores, saúde e educação. Os entrevistados expressaram conhecimento superficial sobre a doença e as ações educativas executadas não se processam de forma integrada. Os dados apontam para a necessidade de maior rigor na elaboração e avaliação dos materiais educativos/informativos e didáticos em relação à abordagem da dengue. Indica-se a implementação de estratégias de educação permanente vinculada à perspectiva do PSF e abordagem do agravo junto às duas esferas investigadas.
Abstract: Dengue is part of a set of diseases considered neglected and it has established itself as a serious public health problem worldwide, including in Brazil. The approach of the aspects related to processes of health-disease is a shared responsibility between health and education services. In formal education, health issues must be addressed across the board. However, historically the responsibility of tackling this issue has fallen on the curricular components of the disciplines of science and biology. Nationwide, the state of Rio de Janeiro is largely represented by high rates of the disease. The State has the second most populous urban area in the country, the metropolitan area of Rio de Janeiro. In this context, Itaboraí has been highlighted by the high number of reported cases of the disease in recent years. Allied to this, population increases are expected in the region over the next year requiring the maximization of actions of health education aimed at the prevention of dengue, carried out jointly by health and education professionals. In this sense, the Program of Health in Schools (PSE) is characterized as an important strategy to materialize these actions. Thus, through a qualitative research, the aim of this work was to analyze the perceptions expressed by science and biology teachers and health professionals, who work in a location of Itaboraí (RJ), about the educational actions taken to aid in the prevention of dengue and teaching resources utilized for these actions (such as textbooks and printed materials). The study included 23 subjects, of which seven are science and biology teachers and 16 health professionals. All participants integrate institutions included in the PSE. A semi-structured script was utilized. The data were processed employing the content analysis (Bardin, 2009) methodology. The approach of dengue was also analyzed in science and biology textbooks indicated by the National Textbook Program (PNLD/2008 and PNLD/2011) and National Textbook Program for Secondary Schools (PNLEM/2009) (n = 40) , respectively, and printed educational/ informative materials (n = 17) available to these professionals in Itaboraí. The results indicate that printed materials and textbooks present scientific inaccuracies and inadequacies with regard to content, language and the socio-cultural context of the study area. In addition, there was no linkage between the two sectors, health and education. The participants expressed superficial knowledge about the disease and the educational process is not executed in an integrated manner. The data indicate the need for greater precision in the drafting and evaluation of educational/informative materials and didactic approach in relation to dengue. We also indicate the implementation of lifelong learning strategies linked to the perspective of the PSF and to the two spheres investigated.
Keywords: Dengue
Health education
Education and health professionals
keywords: Dengue
Educação em saúde
Profissionais de saúde e de educação
Issue Date: 2012
Citation: ASSIS, Sheila Soares de. Análise das percepções de professores e profissionais de saúde sobre práticas educativas em saúde: subsídios para a estratégia integrada de prevenção da dengue. 2012. Dissertação (Mestrado em Ensino em Biociências e Saúde) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.
Date of defense: 2012-04-24
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Vice Direção de Ensino, Informação e Comunicação
Defense institution: Instituto Oswaldo Cruz
Program: Pós-Graduação em Ensino em Biociências e Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGEBS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MA 2010 - Sheila Soares de Assis.pdf1.9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.