Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9053
Title: Pesquisa de matérias estranhas em espécie vegetal, Pimpinella anisum L., para o preparo de “chá”
Other Titles: Research Materials Strange in plant species, Pimpinella anisum L., for the preparation of "tea"
Advisor: Abrantes, Shirley de Mello Pereira
Members of the board: Delgado, Isabella Fernandes
Leite, Paola Cardarelli
Ferreira, Joana Angelica Barbosa
Authors: Santos, Juliana Machado dos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A palavra “chá” é usada popularmente no Brasil como sinônimo de infusão de frutos, folhas, caules e/ou raízes de quaisquer vegetais, embora sejam considerados alimentos in natura e, portanto dispensados de registro, “chás” são frequentemente utilizados para o alívio de cólicas e desconforto gerado por gases intestinais em lactentes como tem sido evidenciado em pesquisas no país. O Codex Alimentarius considera crianças e idosos grupos de risco quanto à presença de matérias estranhas em alimentos. Embora seja impossível a produção de alimentos totalmente livres de contaminações, estas poderão ser reduzidas com a utilização das Boas Práticas de Fabricação e de Armazenamento. A análise microscópica fornece importante subsídio para avaliação de condições e práticas inadequadas durante as fases de produção, armazenamento e distribuição dos alimentos. O presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade, através da pesquisa de matérias estranhas prejudiciais ou não à saúde humana, de dez marcas de “chás” da espécie vegetal Pimpinella anisum L. oferecidas no mercado varejista do Rio de Janeiro. Foram utilizadas as metodologias para alimentos da Association of Official Analytical Chemistsde 2010 e para droga vegetal da Farmacopeia Brasileira de 2010, também foram avaliadas as informações contidas nos rótulos, com base na legislação vigente de “chá” como alimento. Das onze marcas, seis apresentaram presença de matérias estranhas acima de 2%. Em todas as amostras foram detectadas a presença de terra e areia, caracterizados como objetos rígidos que são considerados prejudiciais à saúde estando em desacordo com a Legislação específica.
Abstract: The word "tea" is popularly used in Brazil as a synonym for infusion of fruits, leaves, stems and/or roots of any plants, although they are considered in natural health food and therefore exempt from registration, "teas" are often used for relief cramping and discomfort caused by intestinal gas in infants as has been evidenced in research in the country. The Codex Alimentarius defines children and elderly groups at risk for the presence of foreign matter in food. Although it is impossible to produce food completely free of contamination, this can be reduced with the use of Good Manufacturing Practices and Storage. Microscopic analysis provides an important tool for evaluating conditions and improper practices during all phases of production, storage and distribution of food. The present study aimed to evaluate the quality, by researching harmful foreign matter or not to human health, in ten brands of "teas" of plant species Pimpinella anisum L. offered in the retail market of Rio de Janeiro. The methodologies for food from Association of Official Analytical Chemists – 2010, and to herbal drugs from Brazilian Pharmacopoeia – 2010 were used and it was assessed the information on the labels, based on the existing laws for "tea" as food. Within the eleven brands, six showed the presence of foreign matter above 2%. In all samples, was detected the presence of soil and sand, hard objects that are considered harmful to health and is at odds with the specific laws.
Keywords: Foreign Matter
Tea
Pimpinella anisum L.
keywords: Matérias Estranhas
Chá
Pimpinella anisum L.
DeCS: Contaminação de Alimentos
Chás de Ervas
Pimpinella
Controle de Qualidade
Boas Práticas de Fabricação
Issue Date: 2012
Publisher: Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Citation: SANTOS, J. M. Pesquisa de matérias estranhas em espécie vegetal, Pimpinella anisum L., para o preparo de “chá”. 2012. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Controle da Qualidade em Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária) - Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.
Date of defense: 2012-12-19
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Coordenação de Pós-Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Curso de Especialização em Controle da Qualidade de Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Especializacao_Juliana-Machado.pdf428.79 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.