Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27421
Title: Do ver ao comer: o papel mediador da publicidade de alimentos ultraprocessados na produção social de sentidos sobre alimentação infantil
Advisor: Borges, Wilson Couto
Serra, Giane Moliari Amaral
Authors: Silva, Mariana Rodrigues Barreiros da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: As práticas alimentares podem ser entendidas como construções sociais mediadas por diferentes elementos, sendo a cultura e a mídia parte deles. Ao mesmo tempo, considera-se que a publicidade percebida como um processo social da comunicação é, igualmente, constituída por dimensões integradas entre si e que envolvem a construção de sentidos em nível de produção, circulação e consumo/apropriação. Compreendendo que a influência da publicidade no consumo de alimentos não se dá por um processo de determinação, mas ocorre nas mediações dessa com a vida cotidiana, esta dissertação teve como objetivo entender como as mensagens da publicidade de alimentos ultraprocessados direcionada às crianças exercem mediação e interferem na produção de sentidos sobre alimentação e saúde infantil. Para tanto, há um corpus analítico composto pelo monitoramento do fluxo de 64 horas de programação infantil (16 horas da programação de um canal de televisão aberto e mais 16 horas de um canal de televisão infantil fechado, nos anos de 2014 e 2017) A partir de autores como Martín-Barbero (2015), Piedras (2005, 2009), Williams (2016) e Althusser (1985), que contribuíram, respectivamente, com as noções de mediações, fluxo e interpelação, questões centrais nesta pesquisa, o referencial metodológico e de análise foi construído no intuito de evidenciar o caráter cultural da publicidade e o seu papel fundamental na construção simbólica em torno do consumo de alimentos ultraprocessados. Nossos achados nos permitiram compreender como as lógicas de produção, inseridas num fluxo televisivo e publicitário, buscam criar competências de recepção e oferecer elementos para que crianças e cuidadores possam se reconhecer e identificar no consumo dos produtos anunciados a solução para as suas necessidades e desejos. Concluímos que, ao representar situações idealizadas de infância e saúde infantil, muitas vezes apropriando-se de valores e conceitos da Saúde, Alimentação e Nutrição, a publicidade de alimentos ultraprocessados direcionada às crianças contribui para a mediação e construção de sentidos sobre alimentação e saúde infantil para crianças e seus cuidadores, favorecendo percepções positivas acerca do consumo dos alimentos ultraprocessados.
Abstract: Eating practices can be understood as social constructions mediated by different elements, with culture and the media being part of them. At the same time, advertising perceived as a social process of communication is considered, as well, to be formed by integrated dimensions that involve the construction of meanings in production, circulation and consumption/appropriation. Understanding that the influence of advertising on food consumption does not occur through a determination process, but occurs in its mediations with everyday life, this dissertation aimed to understand how advertising messages of ultra-processed foods directed at children mediate and interfere in the production of meanings about child nutrition and health. To this end, with an analytical corpus composed of monitoring 64-hour flow of children's television schedule (16 hours of programs for an open television channel and 16 hours for a closed television channel for children in 2014 and 2017) Based on authors such as Martín-Barbero (2015), Piedras (2005, 2009) and Williams (2016), and Althusser (1985), which contributed, respectively, to the notions of mediations, flow, and interpellation, central questions in this research, the methodological and analytical framework was constructed in order to highlight the cultural character of advertising and its role in the symbolic construction around the consumption of ultraprocessed foods.Our findings allowed us to understand the production logics that, inserted in a television and advertising flow, aim to create new reception skills and to offer elements so that children and caregivers can recognize themselves and, in the consumption of advertised products, identify the solution for their needs and aspirations. We conclude that by representing idealized situations of childhood and child health, often appropriating values and concepts of Health, Food and Nutrition, the advertising of ultraprocessed foods directed at children contributes to the mediation and construction of meanings about food and child health to children and their caregivers, favoring positive perceptions about the consumption of ultraprocessed foods.
keywords: Nutrição da Criança
Publicidade de Alimentos
Competência Cultural
DeCS: Alimentos Industrializados
Issue Date: 2018
Citation: SILVA, Mariana Rodrigues Barreiros da. Do ver ao comer: o papel mediador da publicidade de alimentos ultraprocessados na produção social de sentidos sobre alimentação infantil. 2018. 186 f. Dissertação (Mestrado em Informação e Comunicação em Saúde)-Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:ICICT - PPGICS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mariana_silva_icict_mest_2018.pdf3.8 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.