Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4362
Title: Avaliação crítica de ambientes em eselecimentos assistenciais de saúde
Other Titles: Critical assessment of environments in health care eslishments
Advisor: Azevedo, Ana Cecília Pedrosa de
Authors: Araujo, Eliete de Pinho
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho apresenta um estudo referente à análise crítica, no sentido decontribuir para a saúde. Foram abordados os conceitos de saúde, direito e leis, assim como a apresentação da legislação pertinente aos temas. Os temas deste estudo foram: o sistemade ar condicionado, os resíduos das processadoras de Raios X e o reúso da água. A idéia de implantar a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), tratando o esgoto sanitário e utilizando as águas recuperadas nas instalações hospitalares e na limpeza, lavagem epequenas obras do hospital é inovadora. Foram estudados o Hospital Estadual Carlos Chagas (HECC), no Rio de Janeiro, o Hospital Regional do Paranoá (HRPA), em Brasília, e o St. Paul Hospital (StPH), em Vancouver, Canadá. O objetivo é fazer uma avaliaçãocrítica de ambientes e das instalações prediais em Eselecimentos Assistenciais de saúde (EAS): analisar o sistema de ar condicionado, nos ambientes climatizados artificialmente;analisar o descarte dos produtos químicos oriundos das processadoras de filmes radiográficos no meio ambiente; propor a implantação do reúso da água proveniente da Estação de Tratamento de Esgoto e sugerir melhorias referentes aos três objetivos citados anteriormente. O método utilizado foi: 1) fazer medições de temperatura do ar e da água nos ambientes climatizados artificialmente e nas máquinas (fan-coil), em diferentes datas, abrangendo as quatro estações climáticas anuais, assim como analisar e propor os materiais de acabamento adequados nas centrais e salas de ar condicionado, verificar a limpeza dos dutos de condução e retorno do ar e analisar os laudos técnicos laboratoriais do ar; 2)verificar o sistema de descarte do produto químico, oriundo das processadoras para o meio ambiente; 3) analisar os espaços disponíveis nos hospitais para implantar a ETE e oreservatório de reúso de água, avaliar as análises do produto e sugerir o reúso nas instalações prediais, conforme os resultados. Foi utilizada a avaliação pós-ocupação (APO) por meio de questionários aplicados aos usuários / funcionários das unidades estudadas, em diversos períodos do ano. Pelos resultados encontrados, variações internas de temperaturas do ar de 10º C e 12,5º C no HECC, de 11,4º C no HRPA e de 6º C no StPH, os dois hospitais do Brasil necessitam de ajustes no sistema de ar condicionado e o St. PH mostroumelhores condições internas de conforto térmico para o usuário. Fizeram a limpeza dos dutos por meio de robô e outro equipamento. O hospital do Canadá, embora nunca tenha feito limpeza robotizada nos dutos, foi o que melhores condições de conforto ambiental apresentou. Os produtos químicos descartados tiveram resultados diferentes nos trêshospitais. O HECC está em melhores condições seguras de trabalho e para o meio ambiente, e o do Canadá possui um sistema sem revelação de filme radiográfico, pois é digital. Quanto às ETEs, o HECC já a possui, só precisando fazer ajustes, o HRPA não tem, será proposta e é de interesse da Secretaria de Saúde local implantá-la e o StPH não tem e não mostrou interesse em construí-la. Os reservatórios de água de reúso nos dois hospitais brasileiros deverão ser construídos. Foram propostos manuais práticos de implantação e manutenção, além da realização de seminários relativos aos temas nas Secretarias de Saúdedo Rio de Janeiro e do Distrito Federal. Conclui-se que, em relação aos três temas, os procedimentos adequados e as Normas de Saúde devem ser seguidos nos eselecimentos de saúde, conforme os Manuais Práticos propostos, e o Estado deve proporcionar condições de instalação e manutenção adequadas, além de fiscalizar e aplicar as penas cabíveis aos infratores, em detrimento da saúde pública. O olhar da arquitetura para a prevenção é ocaminho a ser seguido. A questão ambiental é fator fundamental, portanto, os três temas, ar condicionado, resíduos e esgoto e reúso de água estão relacionados ao meio ambiente,refletindo na saúde pública.
keywords: Qualidade do Ar
Arquitetura Hospitalar
Uso de Águas Residuais
Avaliação
Issue Date: 2008
Citation: Rio de Janeiro s.n 2008 xxii,254p b
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
331.pdf5.93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.