Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9559
Title: Estudo da atividade biológica do interferon alfa-2b em linhagem de células hep-2C para aplicação em ensaios de determinação de potência
Other Titles: Study of biological activity of IFN alpha-2b in Hep-2C cell line for application in potency determination assays
Advisor: Nogueira, Ana Cristina Martins de Almeida
Moura, Wlamir Correa de
Members of the board: Meis, Juliana de
Lyra, Jurandy Susana Patricia Ocampo
Amendoeira, Fábio Coelho
Nogueira, Ana Cristina Martins de Almeida
Moura, Wlamir Correa de
Authors: Oliveira, Edson Roberto Alves de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Abstract: A família dos interferons (IFNs) compreende um grupo de citocinas secretadas por todas as células nucleadas presentes em mamíferos, conhecidas pelas suas atividades antivirais, antiproliferativas e imunomoduladoras. Com o advento da tecnologia de DNA recombinante, tornou-se possível a produção e o isolamento de grandes quantidades de IFNs, os quais vêm sendo utilizados clinicamente no tratamento de diversas enfermidades, como a hepatite C. Ao mesmo tempo, tem ocorrido uma crescente demanda no controle da qualidade destes biofármacos. Neste trabalho, estudamos a atividade biológica do IFN alfa-2b em linhagem de células Hep-2C para aplicação em ensaios de potência. Foi padronizado um ensaio antiviral para determinação de potência do IFN alfa-2b utilizando a combinação Hep-2C/vírus Mengo, no entanto vimos que a atividade antiproliferativa causada pelo IFN alfa-2b em células Hep-2C impacta negativamente na análise final dos dados. Ao considerar a via de transdução intracelular estimulada pelos IFNs, vimos mediante citometria de fluxo, que em células Hep-2C existe dose-dependência entre a ocorrência de intermediários fosforilados (pSTAT1) e a dose de IFN alfa-2b (entre 35,25 e 1000 UI/ml) empregada na estimulação destas células. Em seu conjunto, mostramos nesta tese que o ensaio de redução do efeito citopático viral para determinação da potência do IFN alfa-2b utilizando a combinação Hep-2C/vírus Mengo é informativo, porém vários aspectos devem ser considerados para minimizar prejuízos na análise final de dados. Ainda, sugerimos que a aplicação da citometria de fluxo na determinação de intermediários fosforilados em células Hep-2C seja bastante promissor no desenvolvimento de novos ensaios biológicos para a determinação de potência relativa do IFN alfa-2b.
Abstract: A família dos interferons (IFNs) compreende um grupo de citocinas secretadas por todas as células nucleadas presentes em mamíferos, conhecidas pelas suas atividades antivirais, antiproliferativas e imunomoduladoras. Com o advento da tecnologia de DNA recombinante, tornou-se possível a produção e o isolamento de grandes quantidades de IFNs, os quais vêm sendo utilizados clinicamente no tratamento de diversas enfermidades, como a hepatite C. Ao mesmo tempo, tem ocorrido uma crescente demanda no controle da qualidade destes biofármacos. Neste trabalho, estudamos a atividade biológica do IFN alfa-2b em linhagem de células Hep-2C para aplicação em ensaios de potência. Foi padronizado um ensaio antiviral para determinação de potência do IFN alfa-2b utilizando a combinação Hep-2C/vírus Mengo, no entanto vimos que a atividade antiproliferativa causada pelo IFN alfa-2b em células Hep-2C impacta negativamente na análise final dos dados. Ao considerar a via de transdução intracelular estimulada pelos IFNs, vimos mediante citometria de fluxo, que em células Hep-2C existe dose-dependência entre a ocorrência de intermediários fosforilados (pSTAT1) e a dose de IFN alfa-2b (entre 35,25 e 1000 UI/ml) empregada na estimulação destas células. Em seu conjunto, mostramos nesta tese que o ensaio de redução do efeito citopático viral para determinação da potência do IFN alfa-2b utilizando a combinação Hep-2C/vírus Mengo é informativo, porém vários aspectos devem ser considerados para minimizar prejuízos na análise final de dados. Ainda, sugerimos que a aplicação da citometria de fluxo na determinação de intermediários fosforilados em células Hep-2C seja bastante promissor no desenvolvimento de novos ensaios biológicos para a determinação de potência relativa do IFN alfa-2b.
DeCS: Interferons
Bioensaios
Linhagem Celular Tumoral
Mengovirus
Vigilância Sanitária
Issue Date: 2010
Citation: OLIVEIRA, E. R. A. Estudo da atividade biológica do interferon alfa-2b em linhagem de células hep-2C para aplicação em ensaios de determinação de potência. 2010. 82 f. Dissertação (Mestrado em Vigilância Sanitária)- Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2010.
Date of defense: 2010-05-11
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Coordenação de Pós-Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
55.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.